REJEITOS RADIOATIVOS DO MAIOR ACIDENTE RADIOLÓGICO DO BRASIL

  • Lení Maria de Souza
  • Francisco Itami Campos
Palavras-chave: Césio 137, Rejeitos radioativos, Resíduos perigosos

Resumo

Esta pesquisa visa conhecer a história do acidente radiológico ocorrido no ano 1987 no setor central da cidade de Goiânia, capital do estado de Goiás/ Brasil. Tornou-se conhecido como “Césio 137” tendo sido considerado o maior acidente radiológico envolvendo fonte radioativa em hospitais do mundo. Objetiva a análise das medidas tomadas pelas autoridades logo após o acidente e em longo prazo, para segregação, armazenamento e construção do depósito definitivo. Analisar a logística dos rejeitos produzidos durante o procedimento de descontaminação das áreas afetadas, para onde deveriam ser transferidos os rejeitos radioativos e suas implicações. Os dados analisados permitem concluir que as barreiras de engenharia adotadas para a construção do repositório, nestes 30 anos de segregação, são eficazes e eficientes para manter a segurança do homem e do meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-16
Seção
Resíduos Sólidos e Meio Ambiente