Importância da Lua no Conhecimento Ecológico Local

Estudo de caso na Vila do Forte, Vale do Paranã, Goiás

  • Raquel L. S. Caribé Grando
  • Paul Elliott Little
Palavras-chave: Conhecimento Ecológico Local, Agricultura tradicional, Comunidade negra rural, Etnoecologia

Resumo

A comunidade negra rural Vila do Forte, localizada na região do Vale do Paranã, Goiás, foi estudada com o objetivo de realizar um levantamento etnoecológico a respeito do conhecimento ambiental de seus moradores. Procurou-se levantar as formas de uso dos recursos naturais e a percepção sobre o ambiente natural de moradores locais. Especialistas nativos foram escolhidos a partir de indicações da comunidade, sendo entrevistados principalmente os moradores mais antigos, entre fevereiro e dezembro de 2006. Pratica-se o sistema de agricultura itinerante das roças-de-toco, sendo identificadas as formas como o sistema é planejado com base na compreensão dos agricultores a respeito das fases da Lua e sua influência nos cultivos e em outras atividades diárias. Este sistema encontra-se ameaçado devido às mudanças em relação ao uso da terra, principalmente por conta da mecanização da agricultura e da expansão da agropecuária, fatos que têm influenciado a continuidade da agricultura tradicional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-16
Seção
Biodiversidade do Cerrado