UTILIZAÇÃO DE MACROINVERTEBRADOS BENTÔNICOS DE NASCENTES DO MEIO URBANO IMPACTADO COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE RIBEIRÃO DAS NEVES - MG

  • Márcia Aparecida Silva
  • Mylla Vaz
  • Graziele Wolff de Almeida Carvalho
Palavras-chave: Educação Ambiental, Macroinvertebrados Aquáticos, Bacia Hidrográfica

Resumo

Os recursos hídricos são prioritários para o desenvolvimento de praticamente todas as atividades humanas e para a sustentação dos ecossistemas. A preocupação com a qualidade da água movimenta todos os setores da sociedade atualmente, seja pela escassez de água potável em inúmeras regiões, pela precaução no uso deste bem precioso ou ainda pela possibilidade de veiculação hídrica de doenças. A utilização da educação ambiental formal possibilita a continuidade em projetos que devem ser constantemente desenvolvidos nas escolas. Usar os macroinvertebrados bentônicos em atividades de educação ambiental é um instrumento abordado neste trabalho e tem como objetivo demonstrar ambientes preservados e  impactados pelo processo de urbanização, respectivamente, na nascente do Rio São Francisco e na cidade de Ribeirão das Neves – MG. Foram realizadas atividades de visita orientada em uma nascente, para enfatizar o pertencimento à uma microbacia hidrográfica, a observação de macroinvertebrados bentônicos durante aulas práticas e a percepção da biodiversidade de seres em ambientes preservados e naqueles com intensa atividade antrópica. Houve a ênfase na utilização da matemática em atividades relacionadas ao dimensionamento da biodiversidade de macroinvertebrados bentônicos. Como resultado do desenvolvimento deste projeto, destaca-se o interesse dos alunos pelo tema, o aprendizado sobre a diversidade aquática e a necessidade de preservação das nascentes e cursos d´água das reservas naturais e nas cidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-16
Seção
Educação Ambiental