EDUCAÇÃO AMBIENTAL E ESCOLAS MÉDICAS

APRENDIZADO BASEADO NA PRODUÇÃO DE VÍDEOS

  • Priscilla Usevicius
  • Giovana G Tavares
Palavras-chave: educação ambiental, escolas médicas, vídeo

Resumo

Em 1999, foi sancionada a Lei Federal n. 9.795, criando a Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA). Segunda a lei todos tem direito a educação ambiental e esta deve ser exercida de forma articulada em todos os níveis e modalidades de ensino. Em 2001 foram instituídas as diretrizes nacionais dos cursos de medicina (DCNs). Como foco maior das diretrizes está a incorporação na grade curricular dos cursos de medicina de outras áreas de ensino que não só a biológica para que o profissional possa atender as mudanças ocorridas na sociedade e esteja apto a responder as necessidades da população. Um dos enfoques que deve ser contemplado é a educação ambiental que tem como meta a busca de soluções para a crise ambiental, já que cada vez mais se tem conhecimento da inter-relação da saúde com os problemas ambientais. Apesar de prescrever a inclusão nos currículos das escolas médicas do ensino da educação ambiental, não há uma orientação nas DCNs de como deve ser realizada esta abordagem.  O objetivo desta pesquisa é analisar uma estratégia de ensino-aprendizagem de educação ambiental em uma escola médica usando para tal proposta, a elaboração de vídeos sobre o tema pelos discentes. O uso de tecnologia na sala de aula possibilita a inovação na prática de ensino e aprendizagem, bem como favorece o aprendizado de forma mais atrativa.  A metodologia utilizada é a pesquisa experimental, qualitativa, sobre a aplicação de uma estratégia de ensino da educação no curso de medicina de uma instituição privada. Os discentes, acadêmicos de medicina, foram orientados a elaborarem um vídeo abordando o tema meio ambiente e a saúde, mostrando, além do problema ambiental detectado, a sua correlação com o comprometimento da saúde e as sugestões de práticas que poderiam   solucionar ou amenizar os problemas encontrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-16
Seção
Educação Ambiental