Preservação Ambiental: um estudo de caso baseado no uso de sacolas de papelão

  • Priscilla Santana Silva
  • Thaís Soares de Oliveira
Palavras-chave: Ministério Público, Sacolas de Plástico

Resumo

Esta pesquisa tem como linha temática a preservação ambiental, partindo-se de um estudo de caso quanto ao uso de sacolas de papelão. O estudo se justifica diante dos danos, irreparáveis, ao ambiente, ocasionados pelo uso das sacolas de plástico, haja vista o tempo em que leva a reciclagem natural das mesmas. A problematização do tema tem por enfoque a viabilidade econômica e ambiental da troca dessas sacolas, comuns no mercado brasileiro, pelas de papelão. Logo, o objeto que norteia a pesquisa é avaliar o consumo sustentável associado à viabilidade econômica no uso de sacolas de papelão, partindo-se para tanto, da pesquisa de campo nas quatro maiores redes de supermercados da cidade de Anápolis-Goiás. Num primeiro momento, mister se faz esclarecer a questão que envolve a sustentabilidade ambiental, a seguir, discorre-se acerca dos prejuízos ambientais que as sacolas de plástico trazem à natureza; por fim, são apresentados os dados da pesquisa de campos realizada concernentes à conscientização dos consumidores quanto ao dano ambiental causado pelo descarte das sacolas de plástico na natureza, e ainda, quanto à viabilidade econômica e ambiental da troca de sacolas de plástico pelas de papelão. Quanto aos aspectos metodológicos, adota-se a pesquisa de campo com suporte bibliográfico para as análises dos casos que envolvem a questão, através do estudo de obras doutrinárias e documentais sobre o tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-06
Seção
Cidades e Meio Ambiente