Geoturismo em Quedas D’água: uma proposta para alunos do 9º ano da Escola Municipal de Indianópolis/MG

  • Lilian Carla Moreira Bento
  • Marina Silva Araujo
  • Sílvio Carlos Rodrigues
Palavras-chave: Turismo de base natural, Aprendizagem, Indianópolis

Resumo

Atualmente há ainda um grande desconhecimento e descaso da sociedade pela geodiversidade. Para que haja uma mudança nesse cenário é necessário uma re-significação da importância da geodiversidade, o que está atrelado ao processo educativo. Considerando que Indianópolis apresenta uma grande diversidade de quedas d‟água tencionou-se utilizar esses locais para a realização de uma atividade educativa que unisse teoria e prática, prazer, contemplação e conhecimento, características estas de um novo segmento turístico de base natural: o geoturismo. A metodologia empregada envolveu pesquisa bibliográfica e trabalhos de campo nas quedas. Posteriormente, através de uma análise qualitativa selecionou-se a queda mais adequada para a prática do geoturismo por alunos do 9º ano da Escola Municipal de Indianópolis. Os resultados serão organizados e disponibilizados num site para que os professores tenham informações que os estimulem à prática do geoturismo, usufruindo dos benefícios que este tipo de atividade extraclasse proporciona e contribuindo para a geoconservação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-06
Seção
Cidades e Meio Ambiente