Resultados Preliminares do Levantamento Socioeconômico Participativo da Bacia do Arapiuns

  • Edward Mantoanelli Luz

Resumo

Muito embora isso não seja dito freqüentemente e nem seja veiculado pelos grandes meios de
comunicação em massa, não é difícil constatar: vivemos num mundo injusto e contraditório. De um lado
impressiona a opulência e riqueza alcançada por alguns poucos grupos econômicos do hemisfério norte. Ao
mesmo tempo, é deprimente constatar a pobreza que persiste e cresce em grandes bolsões no mundo,
condenando uma grande parte da população mundial a sofrer de fome crônica, subnutrição e a ver as suas
necessidades básicas insatisfeitas (Sen, 1999:15). O desafio da superação da pobreza revelou-se bem mais
complicado do que de outros desafios técnicos como levar o homem à lua, curar inúmeras doenças. A
contínua resistência da pobreza e a complexidade envolvida em sua superação chamaram a atenção de
autoridades mundiais e a promoção do desenvolvimento humano e socioeconômico fez deste um alvo
comum a ser alcançado pela humanidade. Compreender melhor os fatores e condições para a promoção do
desenvolvimento humano integral e superar a pobreza tornou-se um novo alvo de estudos
multidisciplinares e objeto de atenção de crescente número de pesquisadores de variadas ciências.

No Brasil a luta contra a pobreza vem avançando paulatinamente mesmo assim resistem grandes
bolsões de pobreza nas regiões norte e nordeste. Os dados são esperançosos, pois nos últimos oito anos a
pobreza caiu mais de 50% e mesmo assim ainda existem no Brasil cerca de 30 milhões de pessoas abaixo
da linha de pobreza. Para o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) mantendo-se o atual patamar
dos programas de transferência de renda e os atuais patamares de crescimento econômico seria possível
reduzir a taxa de pobreza de 18,3% para 8,6% até 2014. Contudo a eliminação da pobreza no Brasil
demandaria programas e atenções especiais para as áreas do interior do país, pois 80% da população
verdadeiramente pobre e daquela que vive abaixo da linha da pobreza encontra-se nas áreas mais distantes,
no interior do país, alijados de muitas facilidades e benefícios que promove o desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-11-14
Seção
Cidades e Meio Ambiente