Prevalência do tabagismo entre escolares em Anápolis, Goiás, e fatores associados ao início e manutenção do hábito

  • Paula Marques
  • Cristine Miron Stefani

Resumo

A proposta deste estudo foi avaliar a prevalência do tabagismo entre escolares do
ensino médio da rede pública, com idades de 14 a 19 anos, em Anápolis, GO, e os fatores
relacionados ao início e manutenção do hábito. Foi estudo de campo, de corte transversal, de
abordagem quantitativa, por meio de questionário. Participaram da pesquisa 1103 alunos do ensino
médio da rede pública. Os dados coletados revelaram baixa prevalência da experimentação de
tabaco (21,8%) se comparada a outros estudos nacionais. A experimentação do tabaco (p=0,0088) e
o tabagismo (p=0,00086) foram maiores entre estudantes do gênero masculino, assim como a
chance de ser fumante foi 2,5 vezes maior. Para o gênero masculino, ter amigos fumantes aumentou
13 vezes a chance de ser fumante. Para o gênero feminino, a chance de ser fumante entre estudantes
que tinham pais fumantes foi 4,7 vezes maior e, 10 vezes maior para estudantes com amigos
fumantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Exposição de Painéis