FRONTEIRAS DA TRIJUNÇÃO: REPRESENTAÇÕES E MEMÓRIAS DO SERTÃO-GERAIS (PARNA-GSV/PNPCT)

  • Francisco da Paz Mendes de Souza
  • Regina Coelly Fernandes Saraiva
Palavras-chave: Sertão-Gerais; Geralista; Identidade Geraizeira; Trijunção; Parna-GSV; Comunidades Tradicionais; PNPCT

Resumo

Essa pesquisa tem como objetivo geral compreender representações e memórias
do Sertão-Gerais, e a contribuição delas para a valorização de identidades, cultural e
territorial, das Comunidades Tradicionais nas múltiplas fronteiras da Trijunção como
Estratégia Impulsionadora do Desenvolvimento Rural Regionalizado, Integrado e
Sustentável (DRIS). Seu enfoque é sobre a memória coletiva de moradores/as e exmoradores/as do Parque Nacional Grande Sertão Veredas (PARNA-GSV), trazendo a
Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades
Tradicionais – PNPCT, e suas diretrizes articuladas em conjunto com outras políticas
públicas(BRASIL-MPF: 2014) como proposta para viabilizar o DRIS. A Trijunção é uma
região de fronteiras (agrícola, cultural e físico-ambiental), localizada na intersecção dos
estados da Bahia, Goiás e Minas Gerais. É uma zona de transição entre os biomas,
Cerrado e Caatinga, e está situada a 350 Km de Brasília (MENDES: 2013).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Exposição de Painéis