EFEITO DO DISTANCIAMENTO DA BR-020 NA PRODUTIVIDADE PRIMÁRIA LÍQUIDA, CONCENTRAÇÃO DE N E S NA SERAPILHEIRA FOLIAR E EFICIÊNCIA NO USO DE N E S DE UMA COMUNIDADE VEGETAL DA ESTAÇÃO ECOLÓGICA DE ÁGUAS EMENDADAS

  • Inésio Antonio Marinho Correa
  • Tamiel Khan Baiocci Jacobson
Palavras-chave: Cerrado; Biogeoquímica; Unidade de Conservação; Rodovia

Resumo

As emissões de dióxido de enxofre (SO2) e dióxido de nitrogênio (NO2)
provenientes da queima de combustíveis fósseis podem estar alterando o metabolismo
das comunidades vegetais e a ciclagem de nutrientes em ecossistemas terrestres e
aquáticos. Como várias unidades de conservação mundiais, a Estação Ecológica Águas
Emendadas (ESECAE) tem seu perímetro poligonal conectado a significativa expansão
urbana, expondo seus ecossistemas a efeitos antropogênicos resultantes da emissão de
gases de veículos automotores. Sendo assim, o objetivo do presente estudo é verificar o
efeito da rodovia federal BR-020 na produção primária, concentração de N e S na
serapilheira foliar e Eficiência no uso de N e S em uma comunidade vegetal localizada na
parte sul da ESECAE. O delineamento experimental será instalado em uma área de seis
ha e será composto de seis tratamentos (60, 80, 110, 170, 290 e 350 m de distância da
rodovia), onde serão instalados coletores de serapilheira (0,25 cm2 a 50 cm do solo), com
cinco repetições por tratamento. A serapilheira de cada tratamento será coletada
mensalmente para o cálculo da produtividade primária e, bimensalmente, a fração folha
será submetida à análise para determinação da concentração de N e S e será efetuado o
cálculo da Eficiência no uso de N e S para cada tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Exposição de Painéis