CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS COM O USO DE ADUBOS VERDES EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO

  • Luciana Francisca Crispim
  • Cláudia Fabiana Alves Rezende
  • Thiago Rodrigues Ramos Faria
  • Simone Janaina Silva Morais
  • Karla Cristina Silva
Palavras-chave: Plantas Daninhas; Controle; Adubo Verde; Plantio Direto

Resumo

Uma das principais limitações à produtividade agrícola é a presença da planta
daninha na área de cultivo (Araújo et al., 2003). Dentre os diversos controles para as
plantas daninhas, temos o uso de adubação verde que é definida como prática
conservacionista pela qual, certas espécies de plantas são cultivadas e depois
incorporadas ou mantidas na superfície do solo, em determinado estádio fenológico, com
a finalidade de assegurar ou aumentar a capacidade produtiva do solo (Calegari et al;
1993).
As leguminosas representam a forma mais viável de incorporação de N ao solo, e
o controle das invasoras por elas é efetuado por meio de cobertura do solo ou dos efeitos
alelopáticos exercidos, com isso reduzindo também o potencial de ataque de pragas e
doenças no ambiente. O trabalho teve como objetivos a avaliação da supressão dos
adubos verdes sobre as plantas daninhas e avaliação a produção de fitomassa verde e
seca dos adubos verdes estudados, que foram as leguminosas: Crotalária Ocroleuca
(Crotalaria ochroleuca G. Don) e Sorgo forrageiro (Sorghum bicolor).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Exposição de Painéis