A AQUAPONIA COMO TECNOLOGIA SOCIAL PARA AGRICULTURA FAMILIAR

  • Bernardo Ramos Simões Corrêa
  • Carlos Alberto da Cruz Júnior
  • Vitor Ramos Simões Corrêa
Palavras-chave: Aquaponia; Agricultura Familiar; Tecnologia Social

Resumo

No cenário atual de escassez hídrica que assola nosso País, a produção de
alimentos aumenta progressivamente e consome cerca de 70% da disponibilidade total de
água, sendo que mais da metade dessa produção provem de propriedades rurais de base
familiar ou comunitária. Para reduzir a velocidade de esgotamento de nossos recursos
hídricos essas populações demandam sistemas inovadores que incrementem a produção
comercial de modo sustentável, por meio de tecnologias que permitem reduzir o consumo
da água, elimine desperdícios e se possível promova o reuso e a reciclagem.
Uma alternativa para a situação acima é a aquaponia, que tem por princípio
a produção de alimentos saudáveis com uma visão de respeito ao meio ambiente e
atendimento às atuais demandas do mercado consumidor mais consciente e exigente. A
palavra “aquaponia” é derivada da combinação entre “aquicultura” (produção de
organismos aquáticos) e “hidroponia” (produção de plantas sem solo) e refere-se à
integração entre a criação de organismos aquáticos, principalmente peixes, e o cultivo de
vegetais hidropônicos (CARNEIRO et al, 2015).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Exposição de Painéis