PLANEJAMENTO DE RECUPERAÇÃO DE PASTAGENS DEGRADADAS NA FAZENDA CABECEIRA DO PIRACANJUBA-GOIÁS

  • Angélica Siqueira Vieira Vieira
  • Marcelo Oliveira
  • Cláudia Fabiana Alves Rezende

Resumo

A recuperação de uma pastagem caracteriza-se pelo restabelecimento da produção de forragem mantendo-se a mesma espécie, enquanto que a reforma da pastagem designa correções ou reparos após o estabelecimento da pastagem. A degradação é consequência de vários fatores que atuam isoladamente ou em conjunto, como o preparo incorreto do solo, escolha errada da espécie forrageira, uso de sementes de baixa qualidade, má formação inicial, manejo inadequado e em razão da não-reposição dos nutrientes perdidos no processo produtivo. O presente estudo objetivou a verificação da carência de nutrientes no solo degradado de pastagens na fazenda Cabeceira do Piracanjuba e identificou os fatores que podem melhorar a pastagem, estabeleceu um plano de recuperação da área e da pastagem por meio da recuperação do solo. Além disso, foi feito um estudo bibliográfico com foco na degradação das pastagens, caracterização do solo do Cerrado, estratégias para recuperação e renovação de pastagens, demonstrando o uso correto da calagem e adubação das pastagens. Identificaram-se os fatores que podem melhorar a pastagem, estabelecendo um plano de recuperação da área e da pastagem por meio da recuperação do solo. Os resultados revelaram que o solo das duas áreas necessitam da correção da acidez, e da adubação dos macronutrientes (NPK) para o melhor resultado na produção de matéria seca da pastagem. Nas duas áreas será recomendada a gramínea Mombaça, pois é uma gramínea mais exigente, porém suporta uma maior lotação de animais e proporciona uma melhor produção animal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
Exposição de Painéis