INCIDÊNCIA DE PULGÃO (Aphis gossypii) EM LINHAGENS DE ABÓBORA VERDE SOB CULTIVO ORGÂNICO

  • Thaís Ramos Carvalho
  • Klênia Rodrigues Pacheco
  • Valdivina Lúcia Vidal
  • Aline Ramos Carvalho
  • Luanna Rodrigues Silva
Palavras-chave: Inseto-praga, cucurbitácea, MIP

Resumo

O objetivo desse trabalho foi avaliar doze diferentes linhagens de abóbora verde em relação a incidência de pulgão sob cultivo orgânico. O trabalho foi realizado na Estação Experimental de Anápolis – Go. O delineamento foi de blocos ao acaso, com três repetições e doze tratamentos. As leituras foram realizadas semanalmente, totalizando quatro avaliações. Foram avaliadas cinco plantas sendo duas folhas por planta, quantificando adultos e ninfas. Na primeira análise, observou que apesar de apresentarem números de incidência, nenhuma das linhagens diferiram entre si. Na segunda avaliação, a linhagem EEA 03AV observou maior incidência do inseto. Na terceira avaliação, a linhagem EEA 07AV (2,66 insetos/amostragem) se destacou apresentando maior incidência de pulgão. Na quarta avaliação, a linhagem EEA 12AV (43 insetos/amostragem), EEA 08AV (40 insetos/amostragem) e EEA 07AV (21 insetos/amostragem) foi observado maior incidência do inseto. Para a avaliação média total da presença do pulgão, as linhagens EEA 9AV, EEA 11 AV e EEA 13AV se destacaram apresentando menor incidência ao inseto, sendo possíveis linhagem que apresentam algum tipo de resistência ao ataque do pulgão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
Exposição de Painéis