Águas, Fontes e Aguadeiros

Uma reflexão sobre o abastecimento hídrico de Nossa Senhora do Desterro no século XIX

  • Aline Gabriela Klauck
  • João Klug
Palavras-chave: História Ambiental; Água; Abastecimento; Florianópolis

Resumo

No debate do historiador com o seu tempo a temática ambiental se faz cada vez mais presente, e, dentro desta, a temática relativa à água, seus usos em diferentes épocas e em diferentes sociedades, certamente se constitui em um tema de grande relevância. Desta forma, neste texto se propõe uma análise prospectiva do abastecimento hídrico da cidade de Nossa Senhora do Desterro (atual Florianópolis) no século XIX, com destaque aos aspectos materiais e culturais das relações estabelecidas entre os habitantes da cidade e suas águas. Como fontes são utilizados documentos oficiais, como relatórios de Presidente da Província, atas e ofícios da Câmara Municipal de Florianópolis, bem como o Código de Posturas Municipais, de modo a perceber como o poder público, através de leis, regulamentos e decretos, procurava normatizar esses usos e o acesso ao recurso. Busca-se, sob o viés da História Ambiental, atentar para relação dos sujeitos com o mundo natural que os circunda, e, sobretudo, para os usos do recurso natural hídrico, considerando o lugar e o papel que o meio ambiente ocupa nas transformações sociais determinadas historicamente. A presente abordagem historiográfica, sem deixar de considerar uma realidade de mau uso do recurso hídrico, buscou observar os demais aspectos das condições históricas do uso e do gerenciamento deste recurso natural na cidade de Desterro, evidenciando sociabilidades, conflitos, gestos e sensibilidades, entre outras questões relacionadas ao tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
História Ambiental