A Arqueologia da Paisagem em Áreas de Preservação Permanente nos municípios da Bacia Hidrográfica do Manancial do Rio Santo Anastácio- UGHR-22.

  • Cíntia de Paula Santos Nascimento
  • Antônio Cezar Leal
  • Neide Barrocá Faccio
Palavras-chave: ): Bacia do Rio Santo Anastácio, Patrimônio, Arqueologia, Manancial

Resumo

A presente pesquisa, traz a Arqueologia da Paisagem diante suas práxis, como um instrumento na gestão do licenciamento ambiental e gerenciamento dos recursos hídricos. Para com isso visando a recuperação ambiental e políticas de proteção ao patrimônio na Bacia Hidrográfica do Rio Santo Anastácio, visando consigo a recuperação do patrimônio cultural e ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
Exposição de Painéis