A MINA NEGRA NO BRASIL

  • Eva Caroline Nunes Rezende
  • Isabella Regina Serra Brito Mesquita
  • Isabela Jubé Wastowski
  • Alik Timoteo de Sousa
Palavras-chave: petróleo, Monteiro Lobato, multinacionais

Resumo

Desde a invenção do motor à combustão, as nações buscam por combustível fóssil para remodelar seus meios de produção e manufatura. Os países de economia profundamente capitalista dependem da exploração de suas “colônias” para a sobrevivência econômica e imposição do poderio bélico. A busca brasileira pelo petróleo fez valer os laços diplomáticos estabelecidos com o Iraque, que tinha por finalidade a importação petrolífera, em meados de 1970, já que “a economia brasileira, na realidade, estava cada vez mais dependente da importação de petróleo” e “em 1974, o Brasil era o maior importador de petróleo, entre os países em desenvolvimento e o sétimo, em escala mundial” (Fares 2007). Para compreender melhor, o caso brasileiro, o trabalho retrata, através de uma revisão bibliográfica, os bastidores da mina negra de lucro e poder.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
História Ambiental