Verificação da Eficiência de Coagulantes Químicos na Remoção de Sólidos Suspensos para o Tratamento da Água do Reservatório João Leite (GO)

  • Samara M. A. V. Carrilho
Palavras-chave: Carvão ativado, Cloreto Férrico, Turbidez

Resumo

O objetivo desse trabalho foi verificar as diferentes eficiências constatadas por dois
tipos de coagulantes: carvão ativado e o cloreto férrico. Para os ensaios foi utilizado o
aparelho Jar Test com seis jarras, cada uma com 2L da amostra coletada no reservatório
do Ribeirão João Leite, em Goiânia (GO). Para cada recipiente foi adicionada um
volume diferenciado de solução de carvão ativado a 5% e, para o ensaio de precipitação
química foi utilizado Cloreto Férrico a 2%. Depois de filtradas, as amostras foram lidas
em turbidímetro de bancada. Foi verificada que 4ml da solução de cloreto férrico foi o
volume ótimo para o redução de turbidez da amostra, com 0,63 NTU. Já para carvão
ativado, o melhor resultado obtido foi 5,46 NTU correspondente a amostra com 25ml da
solução de carvão ativado. Confirmou-se que cloreto férrico tem alta eficiência (80,4%)
na remoção de sólidos suspensos, comparado ao carvão ativado (20%).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Editorial