APLICAÇÃO DO PROTOCOLO DE MONITORAMENTO DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL EM ÁREA DE RESERVA LEGAL NO ESTADO DE SÃO PAULO

  • Fernando Gomes Barbosa
  • Josana de Castro Peixoto
  • Renata Ribeiro

Resumo

A Mata Atlântica sofreu com o progressivo desflorestamento de sua vegetação nativa devido, principalmente à busca do desenvolvimento da agricultura em terras ricas em solo e água. O estudo teve como objetivo avaliar a efetividade do plano de restauração em uma área de Reserva Legal na FCT/Unesp, usando como ferramenta o protocolo de monitoramento de projetos de restauração ecológica da Portaria CBRN 01/2015. Concluiu-se que a área do estudo passou por plantios aleatórios ao longo de 10 anos, sem um plano de manejo ou de reestruturação florestal, originando uma reserva com alguns problemas de estruturação ecológica. Nota-se a competição e a presença de espécies exóticas, pequena variedade de espécies nativas e falta de planejamento e elaboração de um plano de recuperação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-10
Seção
Relatos de Experiências de Pesquisas e Missões realizadas