RESIDENCIAL CONQUISTA: UM ESTUDO DE CASO SOBRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS HABITACIONAIS E AMBIENTAIS EM UMA OCUPAÇÃO SUBNORMAL

  • Cibelle Alves de Morais Steckelberg
  • Genilda D'Arc Bernardes

Resumo

Esta pesquisa busca compreender as políticas públicas habitacionais e
socioambientais utilizadas pelo Estado destinadas a população que ocupam áreas
irregulares e ilegais, no contexto da política de democratização do acesso a moradia.
Para tanto, será realizado um estudo de caso no Residencial Conquista, uma
ocupação subnormal, desde 2003, em um imóvel urbano particular, devidamente
individualizado na matrícula 3,097, feita em 04/04/77, na folha 197, do livro 02-O, do RI-2º
Circunscrição, desta Comarca.
São 55 (cinquenta e cinco) construções irregularmente edificadas em área
ocupada ilegalmente, composta de unidades familiares, com média de quatro pessoas por
residência, perfazendo uma população de 220 (duzentos e vinte) habitantes, com renda
total inferior a R$ 1.000,00 (mil reais). Situa-se na região leste da cidade de Anápolis,
próximo ao Bairro de Lourdes, cerca de 6 Km do Setor Central.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Cidade Sustentável e Qualidade de Vida