RELATÓRIO TÉCNICO REFERENTE À VISITA REALIZADA NA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA – ETA E ESTAÇÃO DE RECUPERAÇÃO E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL– ERPAI NO MUNICÍPIO DE ITUIUTABA-MG

  • Carolina dos Santos Camargos
  • Camila Fernandes Ferreira
  • Hilda Costa Machado

Resumo

A Superintendência de Água e Esgotos de Ituiutaba – SAE, está localizada no
município de Ituiutaba/MG, foi fundada no dia 27 de dezembro de 1967. A água que
atendia 25% da população de Ituiutaba, era utilizada sem qualquer tratamento (SAE,
2013). O sistema de esgotamento sanitário estava em expansão e não havia tratamento
para o esgoto coletado (SAE, 2013). Atualmente é uma autarquia municipal que fornece
água tratada para 100% da população, além de coletar e tratar o esgoto da cidade,
devolvendo ao Rio Tijuco o efluente de esgoto tratado. Foi a primeira autarquia da
América Latina a receber o certificado da ISO 9002 no Sistema de Qualidade do Processo
de Tratamento de Água, conferido pelo órgão certificador BVQI - Bureau Veritas Quality
Internacional, em junho de 1999 (SAE, 2013). Seguindo esta linha de expansão de
esgotamento sanitário, a Estação de Preservação e Recuperação Ambiental de Ituiutaba
– ERPAI, foi construída em 1999 com recursos do Governo Federal destinados ao
Saneamento, pela Prefeitura Municipal e a SAE. Ela é responsável por tratar o esgoto da
cidade, por meio da ETA (Estação de Tratamento de Água) que é a reprodução numa
área confinada e num tempo menor, com auxílio da tecnologia, o processo natural de
depuração realizado pelos rios ao longo dos seus percursos. A ERPAI tem hoje a
capacidade de tratar o esgoto de uma população de mais de 100 mil habitantes (SAE,
2013). Do total de esgoto recebido pela ERPAI, 95% referente a queda natural e 3%
bombeado

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Cerrado, Recursos Naturais e Bacia Hidrográfica