Análise da Água Tratada para Determinações se Coliformes

  • Cláudia de Souza Guedes

Resumo

O sistema de água potável é um conjunto de estruturas, equipamentos e instrumentos destinados a produzir água de consumo humano a fim de entregá-la aos usuários em qualidade adequada. É de vital importância para a saúde pública que a comunidade conte com um abastecimento seguro que satisfaça as necessidades tais como o consumo, a preparação de alimentos e a higiene pessoal. Para alcançar este propósito devem ser cumpridas uma série de normas de qualidade (física, química e microbiológica), de tal maneira que a água esteja livre de organismos capazes de originar enfermidades e de qualquer mineral ou substância orgânica que possa prejudicar a saúde. A presença de organismos patogênicos na água significa qualidade inadequada (poluição) com risco potencial da presença de organismos patogênicos e sua ausência é evidência de uma água bacteriologicamente potável. O método mais prático de analisar a qualidade bacteriológica de uma água é detectar a presença de um microorganismo e sua respectiva população. Este microorganismo é chamado de indicador de poluição fecal, onde o mais empregado no mundo são as bactérias do grupo coliforme, devido ao fato de ocorrerem em grande número na flora intestinal humana e de animais de sangue quente, apresentarem alta resistência no ambiente e serem de rápida e fácil detecção. A determinação de coliformes totais e termotolerantes é indicada para verificação de eficiência do tratamento de água nas ETAs,e a qualidade da água para fins de abastecimento doméstico e potabilidade devendo, portanto, atender aos padrões estabelecidos pela portaria vigente de padrões de potabilidade do Ministério da Saúde (Portaria 518,MS).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Saúde e Meio Ambiente