Análise da Questão Ambiental e Qualidade de Vida nos Assentamentos Precários de Anápolis (GO): Um estudo de caso do bairro Novo Paraíso

  • Janes Socorro Luz
  • Shayene Fernandes Borges
  • Luciana Helena A. da Silva Fregonezzi
Palavras-chave: Qualidade de vida. Subnormal. Segregação. Urbanização.

Resumo

O presente trabalho analisa a questão ambiental e qualidade de vida nas áreas
subnormais de Anápolis, em especial em uma área de risco situada na parte sudoeste da
cidade, o Bairro Novo Paraíso. Considera que a urbanização crescente do município
influi na pressão sobre a ocupação e o uso do solo urbano, o que ocasiona a formação de
ocupações irregulares e/ou em condições precárias. Destaca que as áreas subnormais
representam uma forma de expressão espacial ligada à pobreza urbana e a segregação
residencial, representando um agravante da degradação ambiental. O exemplo
enfatizado de área subnormal, Bairro Novo Paraíso, possui uma história que remete o
início na década de 1960 e, atualmente, é considerada a maior área subnormal da cidade
em aspectos demográficos e territoriais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-08-20
Seção
Cidades e Meio Ambiente