ESTUDO SOCIOAMBIENTAL DA SUB-BACIA HIDROGRÁFICA DO RIBEIRÃO JOÃO LEITE, EM OURO VERDE DE GOIÁS, ESCOLHIDA COMO ÁREA PILOTO PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO PRODUTOR DE ÁGUA.

  • Maria Andréia dos Santos Jaime, Me.
  • Josana de Castro Peixoto
Palavras-chave: Produtor de água, Ribeirão João Leite, Nascentes, Percepção

Resumo

A escolha da bacia hidrográfica do Ribeirão João Leite para a implantação do Projeto Produtor de Água, com foco na recuperação e conservação de nascentes, foi motivada pelo fato de possuir um grande reservatório de água responsável pelo abastecimento de Goiânia e parte de sua região metropolitana e por estar bastante degradada pela ação do homem. A bacia é composta por oito municípios, mas o programa será implantado em duas unidades piloto; no Córrego da Bandeira, em Nerópolis, e no Córrego da Serra do Sapato Arcado, em Ouro Verde de Goiás. A pesquisa tem por objetivo fazer um estudo socioambiental dessa área, com foco na percepção ambiental dos produtores rurais que aderiram ao programa, visto que, a análise de percepção é um instrumento eficaz para fornecer subsídios capazes de colaborar com a implantação e com a consolidação de programas de pagamentos por serviços ambientais. O universo da pesquisa será as propriedades rurais que aderiram ao programa, num total de 17 (cada propriedade representa em contrato assinado). Para tanto, será feito a caracterização ambiental da sub-bacia do Córrego das Pedras, na Serra do Sapato Arcado (Ouro Verde), com levantamento das coordenadas, mapeamento da área, estudo dos PIP’s (projeto individual das propriedades) e diagnóstico visual in loco, com registro fotográfico, das nascentes que terão seus entornos cercados e reflorestados. Será medindo a vazão de água de nascentes de 6 (seis) propriedades, do universo de 17 (dezessete), com o objetivo de demonstrar que já existe, nessa região, adoção de práticas conservacionistas de proteção a nascentes,  por iniciativa particular, anteriores ao início da implantação do programa, que trouxeram externalidades positivas (aumento da cobertura vegetal, descompactação do solo, o que permitiu maior impermeabilidade de água, melhoria na quantidade e qualidade da água), demonstrando sentimento topofílico na região. Será aplicado um questionário aos produtores rurais com o objetivo de diagnosticar sua percepção em relação ao meio ambiente e em relação ao pagamento por serviços ambientais. Paralelamente à pesquisa será feito acompanhamento, in loco, de todas as fases de implantação do programa. A pesquisa permitirá uma análise ambiental e social da implantação do Programa Produtor de Água do Ribeirão João Leite, na microbacia em estudo, permitindo avaliar em nível local a percepção e ações dos atores-chave para a instalação de um programa de pagamentos por serviços ambientais, o produtor rural. E com base nisso fornecer aos órgãos gestores informações importantes para tomadas de decisões que visem a consolidação do programa nessa área piloto e que os auxiliem no planejamento de ações na implantação do programa nas demais unidades que em breve serão alcançadas pelo projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-13
Seção
Cerrado, Recursos Naturais e Bacia Hidrográfica