ESTUDO DO COMPORTAMENTO MECÂNICO DO CONCRETO CONVENCIONAL EM AMBIENTES QUIMICAMENTE AGRESSIVOS EM ESCALA MESOSCÓPICA

  • Amanda Mendes Passos Discente, Bacharelado em Engenharia Civil, UniEVANGÉLICA - Centro Universitário de Anápolis
  • Wanessa Mesquita Godoi Quaresma Professora Mestra, Bacharelado em Engenharia Civil, UniEVANGÉLICA - Centro Universitário de Anápolis
Palavras-chave: Patologias. Concreto. Ambiente Agressivo. Comportamento Mecânico.

Resumo

Sendo o material construtivo de maior utilização no mundo, o concreto destaca-se por seu desempenho, economia e facilidade de assumir qualquer forma, mas este pode sofrer com diferentes manifestações patológicas que agem de diversos modos, principalmente devido aos vários ambientes em que se encontram as estruturas de concreto. Os ambientes podem conter agentes agressivos capazes de afeta-lo de maneira nociva, influenciando o desempenho, a durabilidade e podendo ocasionar a ruptura da estrutura. Frente ao exposto, o presente estudo visa analisar o comportamento mecânico do concreto em escala mesoscópica quando submetido a diferentes ambientes quimicamente agressivos após o período da desforma das peças, pois a ação dos compostos nocivos se inicia assim que as estruturas são construídas, e também encontrar possíveis soluções para as correções de tais patologias. Ocorreu o desenvolvimento de um traço de concreto simples segundo o método ACI/ABCP, utilizando cimento hidráulico Portland CP II Z 32, pois ele apresenta maior impermeabilidade e durabilidade, o traço possuía uma resistência de 20 MPa, realizou-se a moldagem de 12 corpos de prova seguindo a NBR 5738 (ABNT, 2015), os corpos de prova foram divididos em grupos e passaram pelo processo de cura de acordo com o grupo pertencente, em seguida seguiram para a simulação dos diferentes ambientes quimicamente agressivos que possuíam como composto nocivo a água doce e salgada, para assim determinar como esses ambientes afetam o concreto. Posteriormente realizou-se a análise visual e mecânica através dos ensaios de compressão axial segundo a NBR 5739 (ABNT, 2018) e o ensaio de tração por compressão diametral de acordo com a NBR 7222 (ABNT, 2011) de cada corpo de prova obtendo assim o comportamento mecânico do concreto quando submetido aos diferentes ambientes agressivos.

Publicado
2018-12-21
Seção
Artigos