http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/issue/feed Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes 2022-06-30T19:21:22+00:00 Evelin Soares de Oliveira Martins evelin.oliveira@unievangelica.edu.br Open Journal Systems <p><strong>ISSN:</strong> 2177-5613</p> <p>Seminário de Atualização de Práticas Docentes é um evento institucional que acontece desde 2001, antecedendo o início dos semestres letivos, com o objetivo de atualizar, aprimorar, desenvolver, instigar, preparar e motivar a prática docente para que o processo de ensino/aprendizagem seja efetivo. </p> <p>Serão publicados nestes anais trabalhos completos de relatos de experiência, revisão de literatura e demais trabalhos científicos.</p> http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7553 COMO APRENDER A RESOLVER PROBLEMAS ESTUDANDO POR CASOS CLÍNICOS 2022-03-14T20:30:56+00:00 Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Cristine dos Santos Settimi Cysneiros cristine.cysneiros@docente.unievangelica.edu.br Márcio Dourado Rocha marcioans@hotmail.com João Darós Malaquias Júnior joaomalaquiasjunior@gmail.com Natália Cristina de Souza ncssouzanatalia@gmail.com Wilson Nunes nunesw042@gmail.com Denise Gonçalves Teixeira denisegteixeira@gmail.com Thiago Souza Azeredo Bastos tsabvet@gmail.com Murilo Luiz e Castro Santana murilo.santana@docente.unievangelica.edu.br Débora Pereira Garcia Melo debora.melo@unievangelica.edu.br <p>Com o mercado de trabalho saturado e concorrido na maioria dos setores, buscar uma formação acadêmica de qualidade é essencial para os profissionais que buscam melhores oportunidades. Dessa forma, o presente trabalho relata a experiência dos docentes do curso na aplicação de casos clínicos direcionados ao aprendizado para o conteúdo integrado das disciplinas de cada ciclo. Todas as disciplinas ministradas em um determinado período são abordadas em casos clínicos aplicados a cada ciclo de estudo durante o semestre acadêmico. O caso clínico permite ao estudante ser o ator principal na construção do seu conhecimento, estimulando o pensamento crítico e reflexivo. E o uso das metodologias ativas favoreceram a discussão e a participação ativamente do estudante no processo ensino-aprendizado. Esse relato vem ao encontro de inúmeros outros estudos que verificaram a importância da utilização do caso clínico para estudos durante a graduação.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7556 METODOLOGIAS ATIVAS E AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE EVANGÉLICA DE GOIÁS 2022-03-14T21:31:55+00:00 Pollyana dos Reis Pereira Fanstone pollyana.reis@unievangelica.edu.br Edna Aparecida de Oliveira ednaapaol@ibest.com.br Joicy Mara Rezende Rolindo joicy.rolindo@docente.unievangelica.edu.br Marcos Flávio Portela Veras marcos.veras@unievangelica.edu.br Meire Borges de Oliveira Silva meiresilva2611@hotmail.com Maria Cecília Martinez Amaro Freitas maria.freita@unievangelica.edu.br Sheyla Patrícia Bagot sheylaba7@hotmail.com Fabrícia Borges de Freitas Araújo fabricia.araujo@unievangelica.edu.br <p>Este artigo tem como objetivo apresentar um relato de experiência sobre a utilização das metodologias ativas por meio do Ambiente Virtual de Aprendizagem no curso de Pedagogia da Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA. Buscando uma formação acadêmica que atenda às demandas contemporâneas, o curso está em constante evolução no que se refere aos métodos e instrumentos de ensino. Todas as disciplinas do curso possuem a respectiva sala virtual no Ambiente Virtual de Aprendizagem. Dessa feita, os docentes utilizam sistematicamente a plataforma como recurso de apoio no processo de ensino-aprendizagem. Atualmente, a matriz do curso possui disciplinas no formato híbrido<em> e on-line</em>. Podemos afirmar que, desde o seu surgimento, o curso de Pedagogia da UniEVANGÉLICA vem se atualizando metodológica e tecnologicamente, de forma a preparar integralmente os pedagogos que atuarão em mundo cada vez mais dinâmico e digital. Utilizou-se como recurso metodológico neste trabalho, a técnica do relato de experiência descrito por docentes do curso. O estudo apresenta as estratégias inovadoras adotadas nas disciplinas Didática: Métodos e Recursos de Aprendizagem, Educação de Jovens e Adultos, Educação Inclusiva e LIBRAS; enfatizando o uso das metodologias ativas nas salas virtuais dessas disciplinas no Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7560 USO DO ZOOM COMO FERRAMENTA PARA A REALIZAÇÃO DE SESSÕES TUTORIAIS PARA O CURSO DE MEDICINA: 2022-03-15T00:56:08+00:00 Leandro N. S. Rodrigues nascimento.l3rs@gmail.com Larisse Silva Dalla Libera larisse.dalla@gmail.com Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes cristianetvb@gmail.com Luciana Vieira Queiroz Labre luciana.labre@docente.unievangelica.edu.br Humberto de Sousa Fontoura humbertofontoura@gmail.com Emerith Maya Hungria Pinto emerith0706@hotmail.com Angélica Lima Brandão Simões angel.enf@outlook.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Mirella Andrade Silva Mendes mirellandradefarm@gmail.com Andreia Moreira da Silva Santos andmoreirasil@hotmail.com <p>As sessões tutoriais seguem o método de <em>Problem Based Learning </em>(PBL) com proposta de aprendizagem construtivista, proporcionando uma visão mais prática do curso na qual o aluno soluciona problemas estruturados. Durante o decreto de isolamento social, que instituiu o uso do ensino, remoto houve a necessidade de adaptar as sessões tutoriais. Dessa forma, o presente estudo descreve um relato de experiência no qual foi utilizada a ferramenta de videoconferência Zoom para viabilizar as sessões tutoriais com metodologia PBL. Muitos desafios foram enfrentados durante esse processo. As sessões tutoriais eram realizadas seguindo os mesmos sete passos realizados durante uma sessão presencial. No entanto, o uso da ferramenta Zoom possibilitou as interações, discussões e a troca de conhecimento. Permitiu que mesmo distantes fisicamente houvesse momentos de proximidade virtual entre professores e alunos, conectando ensino e aprendizagem.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7565 ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO EM TEMPOS DE PANDEMIA: 2022-03-15T02:34:56+00:00 Cristiane de Moraes cristiane.moraes@unievangelica.edu.br Cristine dos Santos Settimi Cysneiros cristine.cysneiros@docente.unievangelica.edu.br Débora Pereira Garcia Melo debora.melo@unievangelica.edu.br Denise Gonçalves Teixeira denisegteixeira@gmail.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com João Darós Malaquias Júnior joaomalaquiasjunior@gmail.com Márcio Dourado Rocha marcioans@hotmail.com Murilo Luiz e Castro Santana murilo.santana@docente.unievangelica.edu.br Rubia de Pina Luchetti rubia.luchetti@unievangelica.edu.br Vivian da Silva Braz vsbraz@gmail.com <p>As mudanças causadas pelo isolamento social em função devido ao surto da COVID-19 trouxeram à discussão vários aspectos relacionados à forma de fazer educação, e o maior desafio passou a ser a adequação ao novo cenário imposto pela pandemia, com inúmeras dificuldades que surgiram nesse processo do ensino remoto. Dentre eles, pode-se destacar os obstáculos nas relações entre família, alunos e professores, a falta de acesso e de conhecimento em relação as tecnologias da informação e da comunicação, a falta de interação entre os envolvidos. Destaca-se nesse período o papel do coordenador pedagógico na condução de suas ações em direção ao sucesso do processo de ensino e aprendizagem, mesmo diante de situações adversas.&nbsp; O presente estudo propõe um relato de experiência sobre as ações empreendidas pela coordenação pedagógica do curso de Medicina Veterinária da UniEVANGÉLICA, e sua importância para a recuperação de um aluno com dificuldades. O acompanhamento com desenvolvimento de plano de estudos e encontros semanais auxiliou o discente na organização do seu tempo frente aos novos desafios, permitindo-o consolidar os conhecimentos adquirido nas disciplinas e obter uma maior efetividade no processo de aprendizagem. O papel do coordenador pedagógico ganha ainda maior relevância frente aos novos desafios, e a experiência relatada reitera a necessidade de inovação no apoio à aprendizagem discente durante o período de isolamento</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7569 PERCEPÇÃO DO PROCESSO DE REALIZAÇÃO DE PESQUISA CIENTÍFICA PERANTE A PANDEMIA DE COVID-19: 2022-03-15T03:10:33+00:00 Higor Chagas Cardoso medhigor@gmail.com Nathália Brandão de Bessa nathaliabessab@gmail.com Ana Lara Menezes de Sousa analaramenezes@gmail.com Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes cristianetvb@gmail.com Denis Masashi Sugita profdmsugita@gmail.com Diego Antônio Calixto de Pina Gomes Mello diego0611escs@hotmail.com Guilherme Antônio Ferreira de Sena Soares guilhermeguitar20@gmail.com Habyla Thalya Alves Madureira Curado habylathalyaalves@gmail.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Lucas Lafaerto Felix Maia lucaslafaerto@gmail.com <p>A pandemia do COVID-19 trouxe muitos desafios em várias áreas como no ensino, negócios, saúde e também na pesquisa científica. Dentre esses desafios a realização de trabalhos que antes eram mais fáceis serem feitos presencialmente com as restrições de isolamento e de aglomerações tornaram-se mais complicados de serem executados, no entanto, as tecnologias de informação e comunicação tiveram um papel fundamental para transpor esses impasses. Desse modo, o objetivo deste trabalho é relatar a percepção e os desafios da realização de uma pesquisa científica durante a pandemia do COVID-19. Trata-se de uma pesquisa que foi realizada com estudantes de medicina e que o desafio foi encontrar esses estudantes para a aplicação do questionário por causa das restrições da pandemia e foram utilizadas ferramentas de tecnologias da comunicação para realizar a aplicação da pesquisa ao participantes que puderam estar presencialmente e atingir os objetivos do trabalho. Evidenciou-se, portanto, o papel fundamental das tecnologias de comunicação durante a pandemia para superar os desafios de realizar pesquisas durante esse período de restrições e a adaptação dos estudantes e pesquisadores.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7572 UTILIZAÇÃO DE BANCADAS DIDÁTICAS PARA CONSOLIDAÇÃO DO CONHECIMENTO: 2022-03-15T04:08:00+00:00 Agnaldo Antônio Moreira Teodoro da Silva Antônio Moreira Teodoro da Silva eng.agnaldoantonio@icloud.com Ana Lúcia Carrijo Adorno ana.carrijo@unievangelica.edu.br Anderson Dutra e Silva dimdutra74@gmail.com Carlos Eduardo Fernandes caduengcivil@hotmail.com Eduardo Martins Toledo eduardomtoledo@gmail.com Kíria Nery Alves do Espírito Santo Gomes kiriagomes@gmail.com Rogério Santos Cardoso rogerio.cardoso@unievangelica.edu.br <p>As bancadas didáticas constituem ferramentas de ensino eficazes para a formação completa do acadêmico de engenharia civil. O uso desta metodologia, como complemento à teoria ministrada em sala, oferece ao aluno autonomia na construção do seu próprio conhecimento. O trabalho destaca um relato de experiência da utilização de bancadas experimentais, na disciplina de Instalações Elétricas Prediais, no curso de Engenharia Civil da Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA. Foram confeccionadas e executas, pelos alunos, três modelos de bancas com base no modelo (croqui) disponibilizado pelo professor da disciplina. Os modelos tinham mesmas dimensões e utilizavam diversos componentes em comum. Para a disciplina destacada, a aplicação dos modelos didáticos mostrou-se muito satisfatório. Isto porque observou-se um maior interesse, comprometimento e participação dos alunos durante a execução da atividade, quando comparadas com o modelo tradicional de aula. Também foi perceptível o aumento da compreensão, por parte dos alunos, do conteúdo abortado nas bancadas didáticas. Além de viável, a utilização de modelos (bancadas) didáticos mostrou-se importante na melhoria da qualidade de ensino e na conquista de autonomia do aluno.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7576 O APRENDIZADO POR MEIO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS: 2022-03-15T12:46:22+00:00 Tatiana Caexeta Aranha taticaexeta@hotmail.com Regina Ribeiro de Castro Lima reginarc2008@hotmail.com Elizabeth Costa beth.costa1@hotmail.com Glaucia O.A.B. Meireles profglauciameireles@gmail.com Juliana Macedo Melo Andrade jumacedomelo@hotmail.com Lígia Braz Melo l_magavivilha@hotmail.com Lismary Barbosa de Oliveira lismarys@yahoo.com.br Renata Pereira Lima renata_plimas@yahoo.com.br Sandra Valéria Martins Pereira sandravaleria@unievangelica.edu.br Sara Fernandes Corrêia sarafernandescorreia@hotmail.com <p><strong>Introdução:</strong> Tratando- se de inovações no processo de ensino e aprendizagem na academia, as atividades de ampliação e fixação de conteúdos temático de cada disciplina continuam sendo uma ferramenta valiosa a apreensão do conhecimento, seja na modalidade online, semipresencial ou totalmente presencial. <strong>Objetivo:</strong> Neste estudo, o objetivo é apresentar o relato de experiência sobre atividades desenvolvidas em disciplinas do curso de enfermagem. <strong>Relato de experiência</strong>: As inovações apresentadas por meio de informações, equipamentos, técnicas são incorporadas ao ensino a partir do preparo docente para a aplicação em aula. As formas de aplicação dos conteúdos de aprendizagem são diversas e exige do docente elevada criatividade e dedicação ao ensino, no sentido de tornar o aprendizado atrativo e envolver o discente em todo o processo. Nesse ponto, as atividades de participação do discente podem ser variadas e tornam o processo de ensino-aprendizagem menos mecânico e mais significativo aos contextos vivenciados. <strong>Considerações finais: </strong>Na relação docente e discente percebe-se variadas possibilidades de aplicação dos conteúdos. Nas discussões e atividades de revisão e fixação do conhecimento são reconhecidas as potencialidades e as dificuldades apresentadas e assim, em seguida uma nova atividade pode tratar dessa questão, buscando a reflexão e a resolução das dúvidas. Nesse aspecto, as atividades aplicadas aos acadêmicos por meio de estudos de artigos, realização de questionários, apresentação de reflexões temáticas individualmente, em fóruns ou grupos e outras, reforçam e ampliam o aprendizado para além da sala de aula, tornando o novo conhecimento significativo e adaptado a realidade de cada discente.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7622 A APLICAÇÃO DA SALA DE AULA INVERTIDA NO ENSINO HÍBRIDO COMO FORMA DE FOMENTAR O ALUNO COMO PROTAGONISTA DO APRENDIZADO 2022-03-18T23:54:38+00:00 Guilherme Soares vieira guilherme.vieira@unievangelica.edu.br Marina Teodoro marina.teodoro@docente.unievangelica.edu.br Valdivino José Ferreira valdivino.ferreira@docente.unievangelica.edu.br Ana Paula Veloso de Assis Sousa ana.sousa@docente.unievangelica.edu.br Luciano do Valle luciano.valle@docente.unievangelica.edu.br Pedro Henrique Oliveira pedro.oliveira@docente.unievangelica.edu.br Rafael Rodrigues Alves rafael.alves@docente.unievangelica.edu.br Vitor Martins Cortizo vitor.cortizo@docente.unievangelica.edu.br Laurentino Xavier da Silva laurentino.silva@docente.unievangelica.edu.br Cristiano Chuquia dos Santos Orrico cristiano.orrico@docente.unievangelica.edu.br <p>Esse artigo visa demonstrar como a aplicação sala de aula invertida em um modelo de ensino híbrido pode centralizar o processo de ensino-aprendizagem no aluno. Foi desenvolvido por meio de pesquisa de natureza básica, com objetivo descritivo-explicativo, e procedimentalmente bibliográfica. O ensino híbrido impulsiona atividades presenciais com atividades online, essa última disponibilizada em um ambiente virtual de aprendizagem, tornando o processo mais atraente para os alunos, e as aulas mais atuais personalizadas às necessidades dos estudantes. Com esta pesquisa pode-se observar uma relação direta entre metodologia ativa-ensino híbrido-participação ativa do aluno em resultados positivos observados tanto na literatura quanto na experiência do curso de Direito da UniEvangélica Campus Ceres.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7544 EXPERIÊNCIA DO ENSINO HÍBRIDO EM 2021 2022-03-10T13:20:43+00:00 ADRIANO GOUVEIA LIMA adriano.lima@docente.unievangelica.edu.br Áurea Marchettti Bandeira aureamarchetti@gmail.com Aline Seabra Toschi seabrat@gmail.com Herbert Emílio Araújo Lopes herbert.lopes@unievangelica.edu.br Daniel Gonçalves Mendes da Costa daniel.costa@unievangelica.edu.br Marcos André Ribeiro marckosribeiro@hotmail.com Gabriela Gomes dos Santos Naves gabigomesnaves@hotmail.com Ana Paula Mendonça Ferreira Russo anapaulamf@hotmail.com Gracy Tadeu Ferreira Ribeiro gracy.ribeiro@unievangelica.edu.br Priscila Santana Silva priscillasantana_@hotmail.com <p>O ano letivo de 2021 foi inovador no que se refere ao uso de metodologias ativas e ferramentas digitais no quesito ensino e aprendizagem. A atualização digital, associada ao avanço das plataformas trouxe conceitos inovadores e experiências inéditas, que, certamente, mudaram o conceito clássico da atividade docente como conhecemos. De meros ministradores de conteúdos previstos na grade curricular passamos a lidar diariamente com as mais diversas plataformas interconectadas e interação com os alunos até mesmo pelas redes sociais que, de mera ferramenta de distração, passou a ser usada ativamente na sala de aula. Tratam-se tais ferramentas de um reforço para o acadêmico, que visa superar as deficiências do aprendizado do aluno com uma abordagem de auxílio, visando facilitar a ministração do conteúdo que será abordado no curso que foi abordado com uma nova e inédita perspectiva. O professor no uso dessas plataformas e ferramentas ativasdeve ter uma atuação criativa e inovadora, usando todas as ferramentas de auxílio na complementação da formação do acadêmico que, eventualmente, apresentar alguma deficiência, tais como, os TIC´s, as plataformas como o AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem e, até mesmo, as redes sociais, que são uma poderosa ferramenta de ensino. Neste sentido, o Professor da Universidade Evangélica de Anápolis deve sempre estar aberto para o conhecimento e domínio destas ferramentas e cientes que elas estão em constante mutação. Da mesma maneira, a faixa etária dos acadêmicos do Curso de Direito da Universidade Evangélica de Anápolis, bastante jovem, é altamente conectada com essas ferramentas, o que impõe ao Professor do Curso de Direito a necessidade constante de adaptações. Por fim, não se nega que, no futuro, novas ferramentas podem surgir. A Universidade Evangélica de Anápolis, como não podia ser diferente, aderiu completamente a era digital, estando atualizada com as mais modernas tecnologias. &nbsp;O Professor deve, neste sentido, buscar atualização digital, sendo que, a forma de se repassar o conhecimento clássico, de forma empírica, onde o Professor é o detentor do conhecimento está superada e o Docente é um facilitador do conhecimento. Logo, a constante inovação, aperfeiçoamento, capacidade criativa, atuação e presença nas redes sociais, em qualquer momento, estando sempre à disposição dos alunos é essencial para esse novo horizonte na relação de ensino e aprendizagem. Esas inovações estão dia a dia mudando e cabe ao professor estar sempre atento as nova ferramentas que podem surgir com o advento de novas tecnologias.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave: Tecnologia, Inovação, Pesquisa, Ciência. Direito. &nbsp;</strong></p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7626 FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DOS DISCENTES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA UTILIZANDO METODOLOGIAS ATIVAS 2022-03-21T14:37:40+00:00 Rubia de Pina Luchetti rubia.luchetti@unievangelica.edu.br Lucia Abrahão Helou luciahelou@uol.com.br Valeria Gomes da Silva valeria.gsrocha@gmail.com Wesley Costa dos Santos wesley.costa@unievangelica.edu.br Wilson Nunes nunesw042@gmail.com <p>O Conselho Nacional de Educação (CNE), a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), desde o ano 2000, vêm incentivando mudanças na metodologia de ensino e aprendizagem no nosso país, diretamente, nas instituições formadoras dos cursos superiores. Nessa perspectiva, as instituições de ensino superior (IES), preconizam a formação geral, humanista, crítica, reflexiva e ética do seu graduado, tendo como princípio teórico, a autonomia do discente. As IESs, buscam desde então, rever seu processo de ensino-aprendizagem, buscando conseguir que o discente consiga ter a autonomia necessária, para aprender de forma consistente, desenvolvendo habilidades e competências para atuarem no mercado de trabalho de forma ética, com raciocínio crítico, responsabilidade, sensibilidade e respeito ao próximo. Visando superar essas dificuldades no processo ensino-aprendizagem, o Curso Superior de Tecnologia (CST) em Estética e Cosmética propôs trabalhar com metodologias ativas, como a sala de aula invertida, para que o seu acadêmico possa buscar conhecimento, aprender com problemas reais que acontecem no dia a dia do profissional estetocosmetólogo e trazer para a sala de aula as dúvidas, questionamentos e interações que irão agregar de forma significativa ao aprendizado. Baseado nesse contexto o objetivo deste relato de caso é discorrer sobre processos de ensino-aprendizagem utilizados no ano corrente, comprovando a importância pedagógica na utilização das Metodologias Ativas, como a sala de aula invertida, que foi aplicada e no final do semestre levou a um dia “Spa Day”, no qual os discentes puderam colocar em prática, todo aprendizado multidisciplinar do semestre.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7548 USO DO ZOOM COMO FERRAMENTA PARA A REALIZAÇÃO DE SESSÕES TUTORIAIS PARA O CURSO DE MEDICINA: 2022-03-13T21:26:52+00:00 Leandro N. S. Rodrigues nascimento.l3rs@gmail.com Larisse Silva Dalla Libera larisse.dalla@gmail.com Luciana Vieira Queiroz Labre luciana.labre@docente.unievangelica.edu.br Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes cristianetvb@hotmail.com Humberto Sousa Fontoura humbertofontoura@gmail.com Emerith Maya Hungria Pinto emerith0706@hotmail.com Angélica Lima Brandão Simões angel.enf@outlook.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Mirella Andrade Silva Mendes mirellandradefarm@gmail.com Andreia Moreira da Silva Santos andmoreirasil@hotmail.com <p>As sessões tutoriais seguem o método de <em>Problem Based Learning </em>(PBL) com proposta de aprendizagem construtivista, proporcionando uma visão mais prática do curso na qual o aluno soluciona problemas estruturados. Durante o decreto de isolamento social, que instituiu o uso do ensino, remoto houve a necessidade de adaptar as sessões tutoriais. Dessa forma, o presente estudo descreve um relato de experiência no qual foi utilizada a ferramenta de videoconferência Zoom para viabilizar as sessões tutoriais com metodologia PBL. Muitos desafios foram enfrentados durante esse processo. As sessões tutoriais eram realizadas seguindo os mesmos sete passos realizados durante uma sessão presencial. No entanto, o uso da ferramenta Zoom possibilitou as interações, discussões e a troca de conhecimento. Permitiu que mesmo distantes fisicamente houvesse momentos de proximidade virtual entre professores e alunos, conectando ensino e aprendizagem.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7634 TECNOLOGIAS DIGITAIS: UM ESTÍMULO PARA INOVAR A EDUCAÇÃO EM TEMPOS DE PANDEMIA 2022-04-04T18:18:18+00:00 Rosalina Maria de Lima Leite do Nascimento rosalina.nascimento@unievangelica.edu.br Ieso Costa Marques ieso.costa@unievangelica.edu.br Anderson Carlos da Silva rosalina.nascimento@unievangelica.edu.br Carlos Renato Ferreira crenato3@yahoo.com.br Daniel Ferreira Hassel Mendes danielhmendes@hotmail.com José Fernando Muniz Barbosa fernandomuniz@hotmail.com Márcio Dourado Rocha marcioans@hotmail.com Regiane Janaina Silva de Menezes regianejmenezes@gmail.com Rhogério Correia de Souza Araújo rhogerioc@gmail.com <p>Este trabalho apresenta o relato de uma experiencia vivenciada pelos professores do curso de Administração da Universidade Evangélica de Goiás durante do segundo semestre de 2021 na disciplina de Jogos Empresariais. O trabalho foi realizado de modo interdisciplinar e contou com a participação de professores de Matemática Financeira, Contabilidade de Custos, Pesquisa Operacional, Empreendedorismo, Teoria Geral da Administração e Tecnologias de Gestão. A atividade consistiu na simulação do processo de gestão de uma loja varejista de colchões. Os alunos foram divididos em seis equipes de trabalho e cada equipe elegeu um CEO para direcionar as tarefas. A duração da atividade foi de vinte semanas, de modo remoto, por meio de uma plataforma educacional chamada Smulador Coliseum. Os resultados mostraram que por meio da gamificação, os alunos conseguiram resgatar saberes até então adormecidos, pois haviam sido trabalhados em semestres anteriores, e de forma visível e extremamente satisfatória decisões estratégicas foram tomadas com muita maestria por boa parte dos grupos. Desta forma, o desenvolvimento de habilidades e competências compatíveis com o perfil do egresso de administração puderam ser operacionalizadas de forma extremamente eficiente, surpreendendo positivamente o grupo de professores envolvidos na ação.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7551 ATUAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS NO CONTEXTO DA PANDEMIA E O USO DAS MÍDIAS DIGITAIS – 2022-03-14T20:16:11+00:00 Luciana Caetano Fernandes lucaetanofernandes@gmail.com Aline de Araújo Freitas alinefreitas2@gmail.com Alisson Martins de Oliveira alissonmartini@yahoo.com.br Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes cristianetvb@gmail.com Denis Masashi Sugita profdmsugita@gmail.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Léa Resende Moura lea_vet@hotmail.com Sandro Marlos Moreira moreiranatomia@gmail.com Milena Moreira Lima milena.mlima@hotmail.com Hígor Chagas Cardoso medhigor@gmail.com <p class="Resumo" style="line-height: normal;"><span style="font-size: 10.0pt; font-family: 'Arial',sans-serif;">Diante da pandemia ocasionada pela COVID-19, reajustes foram necessários para o funcionamento remoto das ligas acadêmicas do curso de medicina. Este é um relato sobre a experiência das ligas nesses dois anos de pandemia (2020 e 2021) utilizando mídias digitais. Todas as ligas desenvolveram o tripé: ensino, pesquisa e extensão. As atividades remotas foram realizadas através de plataformas como YouTube, Google Meet, Zoom, WhatsApp e Instagram, iniciando em junho de 2020 e permitiram grande adesão dos membros. Foi permitido que diretores tivessem uma nova perspectiva de aulas, jornadas virtuais, atividades na comunidade e pesquisa, as quais obtiveram maior alcance a população, professores mais envolvidos e maior participação em congressos. Mesmo remotamente, as ligas desenvolveram ações extensionistas educativas, com a comunidade virtual ou com escolas parceiras, onde desenvolveram vídeos educativos sobre diferentes temas da saúde.</span></p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7554 A INSERÇÃO E INTEGRAÇÃO DE ACADÊMICOS DO 1º PERÍODO DO CURSO DE NUTRIÇÃO NO CONTEXTO EDUCATIVO 2022-03-14T20:43:04+00:00 Cyntia Rosa de Melo Ribeiro Borges CYNTIA.BORGES@UNIEVANGELICA.EDU.BR Barbara Martins Vieira barbara.martins@docente.unievangelica.edu.br Caroline do Nascimento Silva caroline.silva@docente.unievangelica.edu.br Flávia Melo flaviamelo76@hotmail.com Hugo Andrade Silvestre hugo.silvestre@unievangelica.edu.br Rúbia de Pina Luchetti rubia.luchetti@unievangelica.edu.br <p>A inserção dos discentes nos cursos superiores, traz para eles, uma insegurança, uma dúvida em relação ao que os espera durante os anos de graduação. Cabe aos colegiados de cursos, criarem estratégias que consigam fazer que a ingressão desses discentes ocorra de forma a demonstrar que o mundo acadêmico tem novidades, desafios e metodologias diferentes de ensino – aprendizagem, mas que, eles são capazes de enfrentar essas diferenças e muito mais de colocar em prática e aplicarem grande parte já no primeiro período, e que os próximos períodos, além de aprendizagem, serão também de aprimoramento do que já começaram desde o seu ingresso. Um outro ponto, é a inserção desses ingressantes junto aos outros discentes do curso, para que ocorra uma interação maior. Para tal, o Curso de Nutrição da UniEvangélica, criou uma estratégia, para que os pontos acima colocados, fossem realizados, a partir de pesquisa bibliográfica, orientada por um docente, em encontros semanais, para que desde o primeiro período, já se começasse a interagir com pesquisas científicas, inclusive com a escrita científica. Após essa pesquisa, o discente escreveu um resumo e o montou um Banner, para apresentação na Mostra acadêmica do curso. Além da apresentação, os ingressantes puderam interagir com todos discentes e docentes do curso. Após a Mostra acadêmica, foi possível ver como a estratégia utilizada, atingiu os abjetivos esperados e a partir daí, entrou para o calendário de eventos oficiais do curso de Nutrição.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7558 BODY PAINTING COMO FERRAMENTA PRÁTICA DE APROXIMAÇÃO DOS ACADÊMICOS DA FORMAÇÃO CIENTÍFICA. 2022-03-14T22:26:54+00:00 Cyntia Rosa de Melo Ribeiro Borges CYNTIA.BORGES@UNIEVANGELICA.EDU.BR Barbara Martins Vieira barbara.martins@docente.unievangelica.edu.br Caroline do Nascimento Silva caroline.silva@docente.unievangelica.edu.br Hugo Andrade Silvestre hugo.silvestre@unievangelica.edu.br Rúbia de Pina Luchetti rubia.luchetti@unievangelica.edu.br Flávia Melo flaviamelo76@hotmail.com <p>A pintura corporal, conhecida como <em>body painting</em>, é um processo que reproduz na superfície corporal as estruturas internas do corpo humano, de forma a permitir a visualização e palpação de estruturas. O objetivo desse relato de caso é mostrar o <em>body painting</em> como uma estratégia adequada ao processo de ensino e aprendizagem em disciplinas que envolvem anatomia em cursos da área de saúde. No segundo semestre de 2021 optou-se pelo uso da metodologia de <em>body painting </em>na disciplina de Metabolismo e Reprodução, em substituição à utilização de cadáveres, para os alunos dos cursos de Farmácia, Fisioterapia e Nutrição. A abordagem foi utilizada nas aulas com temas referentes ao sistema digestório. Na apresentação do plano de ensino da disciplina, realizada no início do semestre, os alunos foram apresentados à metodologia e informados como deveriam proceder: cada grupo composto por seis alunos deveria escolher um representante para ser o “modelo”. Para que tal atividade fosse desenvolvida, os alunos tiveram contato inicialmente com modelos sintéticos de peças anatômicas no Laboratório de Anatomia. Posteriormente, em sala de aula, reproduziram na pele do aluno escolhido, os órgãos sistema digestório, de acordo com o modelo visto, respeitando as devidas proporções corporais do aluno modelo. Ficou claro que tal técnica se apresenta de forma ativa e lúdica, que exige estudo técnico e integra diversos estilos de aprendizagem – tátil, visual, anatômico, além de permitir uma integração entre os pares não proposta por metodologias tradicionais. A atividade ainda cria um ambiente considerado interessante e divertido, que dá autonomia aos alunos e permite conhecer variações anatômicas individuais. O fato de os alunos serem responsáveis pela reprodução das estruturas, e não apenas pela identificação das mesmas, os coloca no lugar de responsáveis pelo processo de ensino e aprendizagem, protagonistas da sua formação acadêmica, que é justamente o objetivo da Unievangélica com relação a formação de seus alunos. Sendo assim, o <em>body painting</em> será efetivado como metodologia para as aulas práticas de anatomia humana na disciplina de Metabolismo e Reprodução em cursos da área de saúde da Unievangélica.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7561 VIDEOAULAS EM FORMATO DE MICROLEARNING – 2022-03-15T01:24:40+00:00 José Luís Rodrigues Martins jose.martins@docente.unievangelica.edu.br Rodrigo Scaliante de Moura rodrigo.moura@docente.unievangelica.edu.br Lucimar Pinheiro Rosseto lucimar.rosseto@docente.unievangelica.edu.br Marcos Francisco Novaes Valentino marcosfnv@hotmail.com Ovidia Augusta da Fonseca Almeida Brito ovidiafarmacia@uol.com Patricia Ferreira da Silva Castro patricia.fscastro@gmail.com Rafael Rafael Lopes Pena de Sousa dr.rafaelpena@outlook.com Roberto Alves Pereira roberto@unievangelica.edu.br Roldão Oliveira de Carvalho Filho roldão.filho@docente.unievangelica.edu.br Wesley de Almeida Brito wesley.brito@docente.unievangelica.edu.br <p>A pandemia causada pela disseminação do Sars-CoV-2 (COVID-19) desencadeou uma mudança profunda no cenário educacional, com grande estímulo a práticas de <em>e-learning</em> (ensino digital) e <em>blended learning</em> (ensino híbrido). A popularidade dos vídeos como estratégia educacional aumentou, ao longo dos anos, sendo um movimento observado em todos os níveis de educação. Contudo, não existem, na literatura, dados quantitativos que estabelecem qual seria a duração de vídeo apropriada para promover o aprendizado efetivo. O presente relato de experiência tem, por objetivo, descrever o uso de videoaulas no formato de <em>microlearning</em> como estratégia educacional. Para aumentar o engajamento estudantil, os vídeos eram curtos e agregados em <em>playlists</em> temáticas, gravados na forma de diálogos, com discurso mais rápido e entusiasmado. E, finalmente, a fim de promover aprendizado ativo, as videoaulas eram associadas a atividades síncronas interativas e/ou atividades avaliativas. Os estudantes, segundo literatura e relatos informais, afirmam que videoaulas em <em>microlearning</em> aumentam seu engajamento, aprimoram o foco e a atenção para os estudos e permitem uma maior retenção de conteúdos.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7566 USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM NA APLICAÇÃO DE METODOLOGIAS ATIVAS 2022-03-15T02:40:34+00:00 Rosemberg Fortes Nunes rosemberg.rodrigues@docente.unievangelica.edu.br Adriano Machado dos Santos adriano.santos@unievangelica.edu.br Cláudia Gomes de Oliveira dos Santos claudia.santos@docente.unievangelica.edu.br Carlos Eduardo Souza caduengcivil@hotmail.com Fabio Souza Gomes fabio.gomes@docente.unievangelica.edu.br Gino Bertollucci Colherinhas gino.colherinhas@docente.unievangelica.edu.br Márcio José Dias marcio.dias@unievangelica.edu.br Ricardo Henrique Fonseca Alves ricardohenriquefa@gmail.com Ricardo Wobeto ricardo.wobeto@unievangelica.edu.br Sérgio Mateus Brandão sergio.brandao@unievangelica.edu.br <p>O estudo por meio de plataformas online assumiu um protagonismo nas metodologias de ensino aprendizagem. Os ambientes virtuais apresentam-se como opção para o registro dessa ponte de ligação entre o objeto de aprendizagem e os processos de ensino. Nessa temática, pode-se notar a continuidade da aplicação de metodologias ativas que servem de modelos de interação no sistema à distância para criar o processo de logística que reforça a comunicação do estudante com seus processos de estudo além de propiciar oportunidade de trabalhos em grupos e apresentar resultados simultâneos que capacitam a criação de rotinas acadêmicas de estudo para gerar um hábito agendado dos compromissos laborais e educacionais por meio dessa importante ferramenta. Existem diversas ferramentas oferecidas pelo AVA que auxiliam na relação ensino aprendizagem na aplicação de metodologias ativas, podendo citar o Fórum como uma forma de comunicação efetiva entre discentes e docentes, no qual a interação de diversos assuntos são realizadas continuamente ao longo do período. Utilização da ferramenta WIKI para abordar estudos de casos gerando um documento para trabalho individual ou coletiva de forma online, com maior agilidade e segurança. Assim como a utilização da ferramenta Pré e Pós-aula no qual auxilia o professor na disponibilização do conteúdo previamente e podendo receber o feedback do discente por meio de atividade gerada após a realização da aula teórica ou prática. Nota-se por meio de relatos de discentes a importância da utilização do ambiente virtual de aprendizagem na aplicação de diversas metodologias ativas.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7570 ESCOLA DA NATUREZA: 2022-03-15T12:54:43+00:00 Melyssa Barbosa Vilar Dias melyssa_vilar35@hotmail.com Cláudia Regina Major cle.pinheiroferreira@hotmail.com Graziela Vanessa Parreira cle.pinheiroferreira@hotmail.com Maria Clemência Pinheiro de Lima Ferreira cle.pinheiroferreira@hotmail.com Sandra Elaine Aires de Abreu cle.pinheiroferreira@hotmail.com Tiago Meireles do Carmo Morais cle.pinheiroferreira@hotmail.com Fabrícia Borges de Freitas Araújo cle.pinheiroferreira@hotmail.com <p>Este relato tem como objetivo socializar uma experiência voltada à formação do professor considerando que o futuro pedagogo deve perceber formas inovadoras de integrar conhecimentos e impulsionar seus estudantes também nesta perspectiva. A atividade envolveu as disciplinas de Fundamentos e Métodos de Ensino de Geografia e Estágio Supervisionado IV do referido curso e beneficiou crianças de uma comunidade distante do campus universitário, mas que exigiu dos acadêmicos estudos, planejamento e envolvimento social. As mudanças que se configuram na educação convidam os estudantes e professores a inovarem no processo de ensino e aprendizagem, tendo a possibilidade de interação entre as diferentes ciências. Por meio da interdisciplinaridade e contextualização, os acadêmicos formularam o Projeto Escola da Natureza e realizaram oficinas utilizando-se da temática das ciências ambientais para integrar diferentes conhecimentos. A atividade foi desenvolvida com crianças na faixa etária que vai do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e que estão inseridas no Projeto socioeducativo Agnes Wadell Chagas, que acontece na Fazenda Betel no município de Cocalzinho/GO, mantido pela Universidade Evangélica de Goiás. O objetivo do projeto foi aproximar os acadêmicos de uma proposta que valoriza a aprendizagem por meio do contato direto com a natureza, considerando que tais práticas podem influenciar futuras mudanças sociais advindas de experiências vivenciadas por crianças do Ensino Fundamental. Os acadêmicos de Pedagogia exercitaram a liderança na prática de uma didática em ambiente não formal de educação, os quais compreenderam a ciência ambiental como prática inovadora na integração dos conhecimentos.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7573 DINÂMICA DE GRUPO DE VERBALIZAÇÃO E GRUPO DE OBSERVAÇÃO EM PRÁTICAS DE LABORATORIO EM ENFERMAGEM 2022-03-15T10:38:02+00:00 Joicy Mara Rezende Rolindo joicy.rolindo@gmail.com Elizabeth Costa beth.costa1@hotmail.com Angélica Lima Brandão Simões angel.enf@outlook.com Flávia Ferreira de Almeida flavia_karolina@hotmail.com Ione Augusto Sales ioneaugusto2010@hotmail.com Lígia Braz Melo l_magavilha@hotmail.com Lismary Barbosa de Oliveira lismarys@yahaoo.com.br Najla Maria Carvalho Cunha najla.carvalhocunha@hotmail.com Meillyne Alves dos Reis meillynealvesdosreis@yahoo.com.br Sandra Valéria Martins Pereira sandravaleria@unievangelica.edu.br <p>A dinâmica GVGO é uma metodologia grupal que consiste na divisão da turma em dois grupos para análise de um tema ou problema com a coordenação e supervisão de um docente. Essa técnica permite o desenvolvimento de habilidades de comunicação, escuta qualificada, atenção, raciocínio critico, comparação, análise e trabalho em equipe. O objetivo deste relato de experiência é o de descrever a aplicação da dinâmica GVGO, no ensino, durante as aulas laboratoriais presenciais, com reflexão teórica/prática vivenciada destacando as fragilidades e as potencialidades do processo de ensino aprendizagem para retomada de conteúdo. A dinâmica ocorreu no segundo semestre do ano letivo de 2021, com dezessete acadêmicos do Curso de Enfermagem na disciplina de Fundamentos do Cuidado de Enfermagem, com enfoque nos conteúdos de biossegurança e utilização de técnicas estéreis para procedimentos em enfermagem. Observou-se que por meio da dinâmica houve melhor compreensão das temáticas propostas, interação entre os grupos e dinamização do processo de ensino-aprendizagem de prática laboratorial.&nbsp;</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7577 TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA - NOVOS ECOSSISTEMAS DE SALAS DE AULA 2022-03-15T12:59:41+00:00 José Luís Rodrigues Martins jose.martins@docente.unievangelica.edu.br Ovidia Augusta da Fonseca Almeida Brito ovidiafarmacia@uol.com Ana Paula Montandon de Oliveira montandonap@hotmail.com Flávia Gonçalves Vasconcelos flavia.vasconcelos@docente.unievangelica.edu.br Heloiza Helena Rodrigues Martins helloizamartins@hotmail.com Janaína Andréa Moscatto janaina.moscatto@docente.unievangelica.edu.br José Elias Flosino de Sousa jose.sousa@docente.unievangelica.edu.br Lucimar Pinheiro Rosseto lucimar.rosseto@docente.unievangelica.edu.br Roldão Oliveira de Carvalho Filho roldão.filho@docente.unievangelica.edu.br Wesley de Almeida Brito wesley.brito@docente.unievangelica.edu.br <p>O presente texto retrata um momento de experiências de docentes do Curso de Farmácia da Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA. A população brasileira teve que se isolar, em muitas situações e consequentemente no Ensino Superior, gerando o afastamento dos docentes e discentes, o que trouxe o desafio de reverter essa situação de modo que a modalidade presencial precisou ser trocada para as atividades remotas, de modo rápido, com todos os desafios, dúvidas e dificuldades. Desde então, o ensino remoto, na modalidade a distância, tem se tornado a melhor alternativa para as diversas escolas, faculdades e universidades, que foram realmente afetados pelo COVID-19. No Brasil, a utilização do ensino remoto, vem junto com muitas dificuldades, tanto dos discentes como os docentes, que se reinventaram para conseguirem superar as dificuldades, medos e aprenderem a lidar com tecnologias até então desconhecidas, e falta de conhecimento e prática digital. Diante do relato apresentado, percebe-se que todas as modificações ocorridas na forma de transmissão de conhecimentos entre discentes e docentes se encontram em um ambiente de excepcional fertilidade e inovação e que o retorno ao passado não mais será impossível.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7623 ENSINO HÍBRIDO 2022-03-19T00:16:22+00:00 Guilherme Soares vieira guilherme.vieira@unievangelica.edu.br Marina Teodoro marina.teodoro@docente.unievangelica.edu.br Valdivino José Ferreira valdivino.ferreira@docente.unievangelica.edu.br Ana Paula Veloso de Assis Sousa ana.sousa@docente.unievangelica.edu.br Luciano do Valle luciano.valle@docente.unievangelica.edu.br Aline de Assis Rodrigues do A. Muniz aline.muniz@docente.unievangelica.edu.br Cristiano Chuquia dos Santos Orrico cristiano.orrico@docente.unievangelica.edu.br Idelci Ferreira de Lima idelci.lima@docente.unievangelica.edu.br Laurentino Xavier da Silva laurentino.silva@docente.unievangelica.edu.br Lilainne Carvalho de Souza Magela lilainne.magela@docente.unievangelica.edu.br <p>O presente artigo tem como objetivo relacionar a implementação de um modelo híbrido de educação e o consequente protagonismo do aluno com o objeto da função do professor. Foi desenvolvido por meio de pesquisa de natureza básica, com objetivo descritivo-explicativo, e procedimentalmente bibliográfica. O ensino híbrido, método de ensino implementado na Universidade Evangélica desde 2020, visa a colaboração dos ambientes físico e virtual no desenvolvimento de atividades do aluno com o fito de promover-lhe a independência acadêmica, dando-lhe altas doses de agência e gerência de seus conteúdos para personalização do aprendizado. Com esta pesquisa pudemos observar que o ensino híbrido fomenta o real desenvolvimento cognitivo dos alunos, mas que existem dificuldades de ordem prática a serem consideradas, tais quais a cultura escolar do curso de Direito Campus Ceres, o perfil do acadêmico, e os dispositivos e instalações necessários à concretização do ensino em ambiente virtual.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7545 ENSINO HÍBRIDO E O EMPREGO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO CURSO DE DIREITO DA UniEVANGÉLICA 2022-03-12T01:57:20+00:00 Eumar Evangelista Menezes Júnior profms.eumarjunior@gmail.com Daniel Gonçalves Mendes da Costa daniel.costa@unievangelica.edu.br Aurea Marchetti Bandeira aureamarchetti@gmail.com Adriano Gouveia Lima gouveialima@hotmail.com Antônio Alves de Carvalho carualius@hotmail.com Aline Seabra Toschi seabrat@gmail.com Gracy Tadeu Ferreira Ribeiro gracy.ribeiro@unievangelica.edu.br Germano Campos Silva g.campos59@hotmail.com Herbert Emílio Araújo Lopes herbert.lopes@unievangelica.edu.br Mariana Rezende Maranhão da Costa mariana.costa@unievangelica.edu.br <p>O presente texto trata-se de um relato de experiência sobre o ensino jurídico híbrido e seu emprego no Curso de Direito da UniEVANGÉLICA. O relato é resultado de um exercício de reflexão sobre a docência universitária no curso de Direito da Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA. Ele foi escrito a partir de um contexto de ensino jurídico híbrido provocado de forma acelerada pela Covid19, que apesar de trazer consigo grandes desafios, abriu portas ao emprego de novas tecnologias no Curso no segundo semestre do ano de 2021.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7628 EDUCAÇÃO INOVADORA – Ensino Híbrido no Curso de Administração – 2022-03-22T16:31:08+00:00 REGIANE MENEZES regiane.menezes@docente.unievangelica.edu.br Anderson Carlos da Silva andersoncarloslinea@gmail.com Carlos Renato Ferreira carlos.ferreira@docente.unievangelica.edu.br Daniel Ferreira Hassel Mendes danielhmendes@hotmail.com Ieso Costa Marques iesocosta@unievangelica.edu.br José Fernando Muniz Barbosa fernandomuniz@hotmail.com Márcio Dourado Rocha marcioans@hotmail.com Rosalina Maria de Lima Leite do Nascimento rosalina.nascimento@unievangelica.edu.br <p>Este relato de experiência destaca a importância da inserção das novas tecnologias no ensino superior, visando a inserir a inovação, novas tecnologias. Estamos em pleno século XXI, e as mudanças estão acontecendo de forma rápida, a educação, o ensino necessita de ser renovado para acompanhar tais mudanças. E diante dos &nbsp;novos cenários, novas tecnologias, a Universidade Evangélica de Goiás (Unievangélica) desenvolveu estratégias para manter e inovar a qualidade de ensino, através de metodologias digitais, tecnologias e o ensino hibrido.</p> <p>&nbsp;</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7549 INOVAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM – 2022-03-13T22:47:11+00:00 ANDREA SIQUEIRA andreasiqueira@live.com Aline Seabra Tochi seabrat@gmail.com Camila Rodrigues de Souza Brito adv.camilabrito@gmail.com Evellyn Thiciane M. Coelho Clemente evellyn@coelhoesantos.com.br Valdir Lopes Cavalcante valdircavalcante.adv@gmail.com <p><strong>RESUMO</strong></p> <p>Este estudo apresenta as ferramentas utilizadas pela instituição de ensino no período de distanciamento social imposto pela pandemia, enaltecendo a relevância da aplicação das TICs, agregadas a utilização de softwares e aplicativos que, até então, eram somente utilizados para a comunicação informal e entretenimento, tais como whattsApp, instagram e que fizeram parte da estratégia didática utilizada pelo curso de direito no momento das aulas remotas. O isolamento social obrigou uma maior adesão dos docentes na aplicação das TICs em sua metodologia, adjuntas a outros mecanismos de comunicação, softwares e aplicativos que, até então, eram utilizados para a comunicação informal e entretenimento, tais como WhatsApp, Instagram, podcasts e que após o distanciamento social foram aplicados no processo ensino- aprendizagem no curso de direito em todos os setores da instituição de ensino, trazendo uma experiencia positiva para o processo de ensino-aprendizagem e que mesmo após o retorno das aulas presenciais, continuarão sendo utilizadas pelos docentes em suas aulas, visto que, trouxe maior proximidade entre professor e aluno facilitando o desenvolvimento educacional no campo do ensino jurídico, que sempre foi avesso à mudanças por ser um curso arraigado a tradição. &nbsp;</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7641 VIRTUALIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO NOS CURSOS DE BACHARELADOS EM COMPUTAÇÃO DA UNIVERSIDADE EVANGÉLICA DE GOIÁS – UNIEVANGÉLICA 2022-04-29T18:10:08+00:00 Pollyana dos Reis Pereira Fanstone pollyana.reis@unievangelica.edu.br <p>Este artigo tem como objetivo apresentar as estratégias didático-tecnológicas utilizadas nos cursos de Bacharelados em Computação da Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA, no sentido de possibilitar aos acadêmicos o desenvolvimento e a apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso - TCCs de forma virtual por meio das seguintes tecnologias digitais: Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle e Software de Videoconferência Zoom. A pandemia da Covid-19 e a consequente suspensão das aulas presencias em todo o mundo, fez surgir novos desafios para as Instituições de Ensino Superior, principalmente no que se refere à manutenção de atividades, até então, compreendidas como essencialmente presenciais, como é o caso do componente curricular Trabalho de Conclusão de Curso. Diante da impossibilidade de encontro presencial com os acadêmicos, os cursos de Computação da UniEVANGÉLICA propuseram uma metodologia de trabalho virtual, a fim de continuar atendendo seus acadêmicos com total qualidade na construção deste trabalho, que é uma etapa fundamental para a formação acadêmica dos Engenheiros de Computação e de Software. Utilizou-se como recurso metodológico neste artigo, a técnica do relato de experiência descrito pelos docentes dos cursos, orientadores de TCC. O estudo apresenta o processo de planejamento e execução dos TCCs, referente aos acadêmicos dos 7º e 8º períodos no segundo semestre de 2021.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7552 INOVAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA NOS CURSOS PRESENCIAIS DA UNIVERSIDADE EVANGÉLICA DE GOIÁS: METODOLOGIAS ATIVAS E TECNOLOGIAS DIGITAIS 2022-03-14T20:15:11+00:00 Pollyana dos Reis Pereira Fanstone pollyana.reis@unievangelica.edu.br Alisson Martins de Oliveira alisson.oliveira@unievangelica.edu.br Daniel Gonçalves Mendes da Costa daniel.costa@unievangelica.edu.br Evelin Soares de Oliveira Martins evelin.oliveira@unievangelica.edu.br Luciana Carvalho Boggian luciana.boggian@unievangelica.edu.br Cristiane Martins Rodrigues Bernardes cristiane.bernardes@unievangelica.edu.br <p>Este artigo tem como objetivo apresentar o processo de inovação nas disciplinas dos cursos de graduação presencial da Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA, enfatizando o uso das metodologias ativas e tecnologias digitais. Visando uma educação que atenda às demandas atuais, a Instituição vem, de forma constante nos últimos anos, transformando sua forma de ensinar. Recentemente, o Ambiente Virtual de Aprendizagem passou a ser utilizado por todas as disciplinas dos cursos de graduação presenciais da Instituição. Atualmente, são quatro formatos de disciplinas que compõem as matrizes dos cursos de graduação: 100% presencial com apoio on-line, 75% presencial e 25% on-line, 50% presencial e 50% on-line; e 100% on-line. É o ensino presencial “misturado” ao ensino on-line, ou seja, um processo de ensino e aprendizagem híbrida oferecido aos acadêmicos da Instituição. Ressalta-se que a UniEVANGÉLICA já utiliza, desde 2018, a aprendizagem on-line nos cursos presencias. No entanto, a experiência das aulas remotas emergenciais durante a pandemia, intensificou o ensino híbrido, de tal forma que este está comtemplado nas últimas diretrizes para organização didático-pedagógica dos cursos presenciais. Utilizou-se como recurso metodológico neste trabalho, a técnica do relato de experiência descrito pela Pró-Reitoria Acadêmica - ProACAD. O estudo relata, as estratégias inovadoras adotadas na UniEVANGÉLICA no intuito de favorecer uma formação mais abrangente e contemporânea a nossos acadêmicos, utilizando sistematicamente metodologias ativas e tecnologias digitais na organização didático-pedagógica das disciplinas dos cursos presencias de graduação da Instituição.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7555 RELATO DE EXPERIÊNCIA: 2022-03-14T21:27:46+00:00 José Luís Rodrigues Martins jose.martins@docente.unievangelica.edu.br Mirella Andrade Silva mirellandradefarm@gmail.com Ana Paula Montandon de Oliveira montandonap@hotmail.com Emerith Mayra Hungria Pinto emerith.pinto@docente.unievangelica.edu.br Flávia Gonçalves Vasconcelos flavia.vasconcelos@docente.unievangelica.edu.br Janaína Andréa Moscatto janaina.moscatto@docente.unievangelica.edu.br Jivago Jaime Carneiro jivago.jaime@docente.unievangelica.edu.br José Elias Flosino de Sousa jose.sousa@docente.unievangelica.edu.br Larisse Silva Dalla Libera larisse.dalla@gmail.com Liana da Silva Gomes liana.anato@yahoo.com.br <p>A emergência do novo Coronavírus (SARS-CoV-2) em 2019, mostrou que o mundo não estava preparado para o que viria depois. Além das relações interpessoais, a atividade educacional foi inegavelmente atingida, pois o distanciamento social e/ ou isolamento domiciliar fizeram com que as aulas e atividades presenciais fossem proibidas.&nbsp; A universidade é um espaço de promoção da saúde porque trabalha a formação do cidadão, a sua autonomia, o exercício dos direitos e deveres, o controle das condições de saúde e a qualidade de vida na obtenção de comportamentos e atitudes consideradas saudáveis.&nbsp; O trabalho foi realizado na forma de relato de experiência de uma atividade prática presencial – Feira de Alimentos Funcionais – organizada e realizada pelos alunos do 9º período do Curso de Farmácia da UniEVANGÉLICA, na disciplina de Bromatologia: aspectos teóricos, no ano de 2021, durante a pandemia de COVID-19 e com a prevalência da modalidade de ensino híbrido. A Feira de Alimentos é uma atividade já tradicional do Curso e esperada pelos alunos, além de ser muito importante na formação integral, já que exige que os alunos trabalhem muitos conteúdos já estudados para a formulação de produtos, conceitos de alimentos funcionais, técnicas envolvidas na tecnologia de alimentos, métodos de controle de qualidade microbiológico e físico-químico de alimentos, elaboração de rotulagem nutricional, além de exercitar habilidades práticas necessárias na preparação e detalhes da apresentação do produto na Feira e também habilidades comportamentais como trabalho em equipe, planejamento e organização para o desenvolvimento do produto funcional.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7559 RELATO DE EXPERIÊNCIA: 2022-03-15T00:30:33+00:00 Juliane Macedo psijuliane@gmail.com Cláudia Regina Major claudiaregina@unievangelica.edu.br Dayse Vieira Santos Barbosa daysebarbosa@hotmail.com George Martins Ney da Silva Jr drgeorge6009@gmail.com João Baptista Carrijo joao.carrijo@unievangelica.edu.br Júlia Maria Rodrigues de Oliveira julia.oliveira@docente.unievangelica.edu.br Marcela de Andrade Silvestre marcelasilvestre2@hotmail.com Marluce Martins Machado da Silveira marluce.silveira@docente.unievangelica.edu.br Priscila Maria Álvares Usevícius priscila.usevicius@unievangelica.edu.br Valter Rezende rezende.valter@gmail.com <p>O relato de experiência a seguir busca demonstrar a relação afetiva entre docentes e discentes, mediada pelo uso das ferramentas interativas oferecidas pelo aplicativo Zoom. Essa experiência aconteceu entre docentes e discentes em aulas síncronas do módulo de Habilidades de Comunicação do Curso de Medicina da Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA, GO durante o ensino remoto no período da pandemia de COVID-19. Pode-se afirmar que mesmo distantes fisicamente, a afetividade se fez presente nas aulas e na aprendizagem dos acadêmicos, e que os recursos oferecidos pela tecnologia atuam positivamente na relação professor-aluno, permeada por interação e afetividade de ambos os lados.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7562 USO DO SAFE EXAM BROWSER (SEB) NA APLICAÇÃO DE AVALIAÇÕES DE MÓDULO 2022-03-15T01:46:22+00:00 Denis Masashi Sugita profdms.unieva@gmail.com Alisson Martins de Oliveira alissonmartini@yahoo.com.br Aline de Araújo Freitas alinefreitas2@gmail.com Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes cristianetvb@gmail.com Hígor Chagas Cardoso medhigor@gmail.com Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com Léa Resende Moura lea_vet@hotmail.com Luciana Caetano Fernandes lucaetanofernandes@gmail.com Milena Moreira Lima milena.mlima@hotmail.com Sandro Marlos Moreira moreiranatomia@gmail.com <p>Visando reduzir elementos que podem comprometer a eficácia do processo de verificação de aprendizagem, tais como a consulta do conteúdo teórico ou a comunicação entre os estudantes durante a realização de avaliações, um grupo de professores do curso de graduação em Medicina da Universidade Evangélica de Goiás – UniEvangélica utilizou o recurso <em>Safe Exam Browser</em> (SEB), disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem. O SEB é semelhante aos demais navegadores (<em>browsers</em>), entretanto, diferencia-se por limitar o acesso a outros <em>softwares</em> ou sites externos. No segundo semestre de 2021, foram realizadas um total de doze avaliações finais de módulo, em quatro turmas diferentes do curso de Medicina. Desta experiência, concluiu-se que, embora a utilização do SEB, por si, não evite a possibilidade de comportamentos inadequados durante as avaliações, as suas limitações são sobrepujadas pelas vantagens econômicas, processuais e pedagógicas, principalmente estas, como o fornecimento de notas e devolutiva, imediatamente após o término da avaliação.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7567 UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA PLICKERS COMO FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA DE CONTEÚDO NA DISCIPLINA DE ENFERMAGEM NO CUIDADO AO PACIENTE CRÍTICO: RELATO DE EXPERIÊNCIA 2022-03-15T02:43:49+00:00 Tatiana Caexeta Aranha taticaexeta@hotmail.com Angélica Simões Brandão angel.enf@outlook.com Glaucia O.A.B. Meireles profglauciameireles@gmail.com Ione Augusto Sales ione.sales@unievangelica.edu.br Juliana Macedo Melo Andrade jumacedomelo@hotmail.com Meillyne Alves dos Reis meillynealvesdosreis@yahoo.com.b Najla Maria Carvalho de Souza najla.carvalhocunha@hotmail.com Regina Ribeiro de Castro Lima reginarc2008@hotmail.com Renata Pereira Lima renata_plimas@yahoo.coml.br <p><strong>INTRODUÇÃO: </strong>Os professores tiveram que se adaptar com a evolução das tecnologias e com o processo de ensino e aprendizagem, principalmente para ensinar com qualidade e efetividade a geração Z e devem se aprimorar mais para ensinar e avaliar a geração Alpha, pois nessa geração se desenvolvem novas tecnologias e se envolvem em uma variedade de estímulos sensoriais e cognitivos. Uma das mudanças pedagógicas mais notáveis foi no conceito de avaliação, que passou a ser utilizado também como meio de ensino. Fala-se então de avaliação formativa, que é essencialmente de carácter processual e permite que os professores sejam recompensados na sala de aula e os alunos em termos das suas fraquezas e pontos fortes na aprendizagem. <strong>OBJETIVO:</strong> relatar a experiência adquirida pelo uso da plataforma PLICKERS que soma-se ao conjunto de recursos técnicos que podem ser aplicados à avaliação formativa, trazendo ao professor uma visão panorâmica das fragilidades dos seus acadêmicos. <strong>METODOLOGIA:</strong> Trata-se de um estudo descritivo do tipo relato de experiência baseado na autoavaliação do discente do 9° período do curso de graduação em enfermagem da Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA com a utilização do <em>plickers </em>com revisão de conteúdo.<strong>CONCLUSÃO:</strong> resultados mostraram que os alunos se sentiram mais motivados e envolvidos com seu processo de avaliação, possibilitando ao professor um<em> feedback</em> rápido e auxiliando seus alunos a preencher as lacunas no déficit de aprendizagem.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7571 APRENDIZAGEM ATIVA UMA FERRAMENTA EDUCACIONAL PARA A DISCIPLINA ENFERMAGEM CIRÚRGICA 2022-03-15T03:10:37+00:00 Joicy Mara Rezende Rolindo joicy.rolindo@gmail.com Ione Augusto da Silva Sales ione.sales@unievangelica.edu.br Angélica Lima Brandão Simões angel.enf@outlook.com Glaucia O.A.B. Meireles profglauciameireles@gmail.com Juliana Macedo Melo Andrade jumacedomelo@hotmail.com Meillyne Alves dos Reis meillynealvesdosreis@yahoo.com.br Najla Maria Carvalho de Souza najla.carvalhocunha@hotmail.com Tatiana Caexeta Aranha taticaexeta@hotmail.com Sandra Valéria Martins Pereira sandravaleria@unievangelica.edu.br Sara Fernandes Corrêia sarafernandescorreia@hotmail.com <p>O aprendizado baseado em equipe (TBL) é um processo de aprendizado ativo, estruturado e é amplamente utilizado na educação curricular escolar, medicina, saúde e outras áreas afins (RAJESWARIE; PRAVEEN; SANGAM; G<em> et al.</em>, 2022). É relevante o estudo desse tema, por essa razão, esse artigo objetivou descrever o uso do método <em>Team Based Learning</em> (TBL) ou Aprendizagem Baseada em alunos do 6° (sexto) período de Enfermagem na disciplina de Enfermagem Cirúrgica. Trata-se de um estudo descritivo do tipo relato de experiência baseado no relato de caso vivenciado por professores do curso de graduação em enfermagem do Centro Universitário de Anápolis-Go. A Metodologia foi aplicada durante a aula de Enfermagem Cirúrgica abordando conteúdos ministrado no período. A temática abordada foi: Os cuidados de enfermagem realizados no Pós-operatório. Conclui-se que os benefícios examinados visualmente nas competências adquiridas pelos estudantes foram: troca colaborativa do conhecimento, descoberta de ampla gama de estratégias de resolução de problemas, proficiências de comunicação e argumentação, emenda da interdependência positiva e aplicação imediata dos conceitos apresentados durante o momento presencial em sala de aula.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7574 UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA PLICKERS COMO FERRAMENTA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA DE CONTEÚDO NA DISCIPLINA DE ENFERMAGEM NO CUIDADO AO PACIENTE CRÍTICO: 2022-03-15T11:44:38+00:00 Tatiana Caexeta Aranha taticaexeta@hotmail.com Angélica Simões Brandão angelenf17@hotmail.com Glaucia O.A.B. Meireles profglauciameireles@gmail.com Ione Augusto Sales ioneaugusto2010@homail.com Juliana Macedo Melo Andrade jumacedomelo@hotmail.com Ligia Braz Melo l_magavivilha@hotmail.com Meillyne Alves dos Reis meillynealvesdosreis@yahoo.com.br Najla Maria Carvalho de Souza najla.carvalhocunha@hotmail.com Regina Ribeiro de Castro Lima reginarc2008@hotmail.com Renata Pereira Lima renata_plimas@yahoo.com.br <p><strong>INTRODUÇÃO: </strong>Os professores tiveram que se adaptar com a evolução das tecnologias e com o processo de ensino e aprendizagem, principalmente para ensinar com qualidade e efetividade a geração Z e devem se aprimorar mais para ensinar e avaliar a geração Alpha, pois nessa geração se desenvolvem novas tecnologias e se envolvem em uma variedade de estímulos sensoriais e cognitivos. Uma das mudanças pedagógicas mais notáveis foi no conceito de avaliação, que passou a ser utilizado também como meio de ensino. Fala-se então de avaliação formativa, que é essencialmente de carácter processual e permite que os professores sejam recompensados na sala de aula e os alunos em termos das suas fraquezas e pontos fortes na aprendizagem. <strong>OBJETIVO:</strong> relatar a experiência adquirida pelo uso da plataforma PLICKERS que soma-se ao conjunto de recursos técnicos que podem ser aplicados à avaliação formativa, trazendo ao professor uma visão panorâmica das fragilidades dos seus acadêmicos. <strong>METODOLOGIA:</strong> Trata-se de um estudo descritivo do tipo relato de experiência baseado na autoavaliação do discente do 9° período do curso de graduação em enfermagem da Universidade Evangélica de Goiás - UniEVANGÉLICA com a utilização do <em>plickers </em>com revisão de conteúdo.<strong> CONCLUSÃO:</strong> resultados mostraram que os alunos se sentiram mais motivados e envolvidos com seu processo de avaliação, possibilitando ao professor um<em> feedback</em> rápido e auxiliando seus alunos a preencher as lacunas no déficit de aprendizagem.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7579 RE (SIGNIFICANDO) O ALUNO 2022-03-15T15:42:39+00:00 Josana Castro Peixoto josana.peixoto@gmail.com Leandro Nascimento da Silva Rodrigues leandro.nascimento@docente.unievangelica.edu.br João Maurício Fernandes Souza joao.souza@unievangelica.edu.br Cristiane Gonçalves de Moraes cristiane.moraes@unievangelica.edu.br Ricardo Elias do Vale Lima ricardoevl@gmail.com Vivian da Silva Braz vivian.braz@unievangelica.edu.br Jalsi Tacon Arruda jalsitacon@gmail.com <p>Cada vez mais, o marco legal da educação ambiental incluindo as interações entre ambiente natural e relação no ensino-aprendizagem avança no desenvolvimento de uma cidadania responsável, para a construção de sociedades sadias e socialmente justas. Cita-se a Constituição Federal, de 1988 e a Política Nacional do Meio Ambiente, dentre outras, em que se ressalta a necessidade de promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino, inclusive no ensino superior no que tange ao atendimento às Políticas de Educação Nacional aos currículos dos cursos superiores e na relação de inovação no ensino e aprendizagem. Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi relatar experiência ocorridas ao longo do ano de 2021 na relação ambiente natural, virtual e inovação no processo de ensino e aprendizagem em uma atividade desenvolvida na Unidade Experimental do Cerrado Arthur Wesley Archibald, Trilha Ecológica do Tucano, Anápolis, Goiás. As atividades de coleta de dados foram desenvolvidas nas etapas de levantamento bibliográfico, aula na Trilha Ecológica e construção de <em>podcast </em>e QR code na identificação das espécies de flora fanerogâmica no percurso da Trilha Ecológica. Nos tempos atuais, com o crescimento da internet e a criação de diferentes mídias, a Educação tende a modernizar-se e a incorporar soluções que possam atender ao perfil dos estudantes. A cultura digital está cada vez mais sendo ampliada, pois existe uma perspectiva das populações mundiais e do Brasil de acesso à informação de forma Cada vez mais, o marco legal da educação ambiental incluindo as interações entre ambiente natural e relação no ensino-aprendizagem avança no desenvolvimento de uma cidadania responsável, para a construção de sociedades sadias e socialmente justas. Cita-se a Constituição Federal, de 1988 e a Política Nacional do Meio Ambiente, dentre outras, em que se ressalta a necessidade de promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino, inclusive no ensino superior no que tange ao atendimento às Políticas de Educação Nacional aos currículos dos cursos superiores e na relação de inovação no ensino e aprendizagem. Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi relatar experiência ocorridas ao longo do ano de 2021 na relação ambiente natural, virtual e inovação no processo de ensino e aprendizagem em uma atividade desenvolvida na Unidade Experimental do Cerrado Arthur Wesley Archibald, Trilha Ecológica do Tucano, Anápolis, Goiás. As atividades de coleta de dados foram desenvolvidas nas etapas de levantamento bibliográfico, aula na Trilha Ecológica e construção de <em>podcast </em>e QR code na identificação das espécies de flora fanerogâmica no percurso da Trilha Ecológica. Nos tempos atuais, com o crescimento da internet e a criação de diferentes mídias, a Educação tende a modernizar-se e a incorporar soluções que possam atender ao perfil dos estudantes. A cultura digital está cada vez mais sendo ampliada, pois existe uma perspectiva das populações mundiais e do Brasil de acesso à informação de forma simultânea, e mais, pois com o acesso à internet pelos dispositivos móveis, em todo tempo e em todos os lugares, não existem mais limites. Os estudantes passaram de consumidores a produtores de conteúdo e é importante que a educação traga para os espaços educativos propostas que envolvam possibilidades de personalizar, aprimorar e redistribuir recursos capazes de melhorar a experiência dos estudantes e, consequentemente, ampliar a aprendizagem.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7625 Ensino Híbrido e novas perspectivas de aprendizagem 2022-03-21T01:48:42+00:00 Marcos Flavio Portela Veras marcos.veras@unievangelica.edu.br Mariana Maranhão mariana.costa@unievangelica.edu.br Marcos André Ribeiro marckosribeiro@hotmail.com Antônio Alves de Carvalho carualius@hotmail.com Márcio Dourado marcioans@hotmail.com Hugo de Andrade Silvestre hugo.silvestre@unievangelica.edu.br Juraci da Rocha Cipriano ciprianojuraci41@globo.com Mariane Morato Stival marianemoratostival@gmail.com Renzo Nery renzonery@hotmail.com Regiane Janaína Silva de Menezes regianejmenezes@gmail.com <p>Este texto tem o propósito de apresentar a discussão em torno da emergência do Ensino Híbrido no ensino superior e suas perspectivas. Diante de uma geração de estudantes inseridos num mundo digitalizado e fácil acessibidade, algumas estratégias de ensino-aprendizagem começam a ser questionadas acompanhando as mudanças sociais. Por meio de alguns relatos de professores do curso de Relações Internacionais e aportes teórico-metodológicos, é possível perceber alguns desafios que envolvem a implementação de novas metodologias e uso de tecnologias digitais. As perspectivas das inovações metodológicas parecem muito promissores e envolvem o instigante desafio de transformar, cada vez mais, os acadêmicos em protagonistas do processo de construção do conhecimento. Para isso, as tecnologias digitais são imprescindíveis, potencializando o uso de dispositivos eletrônicos que se tornaram indispensáveis para a vida contemporânea.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7547 O PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM: 2022-03-13T12:59:58+00:00 ADRIANO GOUVEIA LIMA adriano.lima@docente.unievangelica.edu.br Alessandro Gonçalves da Paixão alessandro_menslegis@yahoo.com.br Ana Paula Mendonça Ferreira Russo anapaulamf@hotmail.com Andrea Siqueira andreasiqueira9@gmail.com Camila Rodrigues de Souza Brito adv.camilabrito@gmail.com Chrystiano da Silva Martins chrystianoadv@yahoo.com.br Joicy Mara Rezende Rolindo joicy.rolindo@docente.unievangelica.edu.br Karla de Souza Oliveira karlaoliveira.unievangelica@hotmail.com Mariane Morato Stival marianemoratostival@hotmail.com Priscilla Santana Silva priscillasantana_@hotmail.com <p>Ao propor o tema inovação no Curso de Direito quanto ao processo ensino-aprendizagem, busca-se apresentar a prática de uma metodologia na qual o aluno deixa de ser um sujeito passivo para se tornar, também, o autor da construção de seu conhecimento. Tal proposta se justifica diante da dinâmica de um mundo que exige do indivíduo um saber continuado, a fim de lidar com a realidade de um universo digital. Vale reforçar que a UniEvangélica se adiantou ao evento pandemia Covid-19, ao propor, anos antes, um modelo pedagógico de ensino em que o acadêmico deixasse de ser mero expectador para se tornar o protagonista de sua aprendizagem. O objetivo deste texto é discorrer acerca da prática de ensino por meio de metodologias ativas, cujo pressuposto está centrado no estudante, como um sujeito autônomo na busca do conhecimento, e o professor, mediador desta busca.&nbsp; Assim, apresenta-se, como relato de experiência, a prática aplicada na disciplina Direito Civil Contratos, e os resultados alcançados no final do segundo semestre de 2021.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7629 Saúde Mental em [con]Texto: 2022-03-24T13:48:05+00:00 Adrielle Beze Peixoto adrielle.peixoto@unievangelica.edu.br Ana Luísa Lopes Cabral ana.cabral@docente.unievangelica.edu.br Bárbara Naves dos Santos barbarapsiufg@gmail.com Fernando Figueiredo dos Santos Reis reisffs@gmail.com Jéssica Batista Araújo jeh.b.araujo@gmail.com Joicy Mara Rezende Rolindo joicy.rolindo@uol.com Luciano da Ressurreição dos Santos lucianoxr@gmail.com Máriam Hanna Daccache mariam.daccache@unievangelica.edu.br Regiane Janaína Silva Menezes regianejmenezes@gmail.com Tiago Meireles do Carmo Morais tiago_meireles@hotmail.com <p>O seguinte artigo tem como objetivo fomentar as discussões acerca da responsabilidade da universidade frente à construção e efetivação das políticas públicas, assim como a formação do profissional da psicologia para atuação neste campo. Para tal, utilizaremos como metodologia o relato de experiência trazendo um projeto desenvolvido na disciplina de clínica em saúde II, do curso de psicologia da Universidade Evangélica de Goiás. O projeto foi desenvolvido em parceria com a rede municipal de saúde mental e divido em três etapas. O primeiro momento foi de aproximação dos discentes aos serviços da Rede de Atenção Psicossocial e equipes, seguido pela realização de oficinas terapêuticas e finalizado com a produção de um jornal da saúde mental a partir das ações desenvolvidas. A inserção da psicologia nas políticas públicas demandou uma transformação da práxis psicológica, reinventando-se tanto teoricamente quanto em ações.&nbsp; A atuação desse profissional nas políticas públicas deve ser direcionada pela noção de reabilitação psicossocial, que tem nas oficinas terapêuticas importante ferramenta. A formação universitária deve proporcionar a construção de um conhecimento ativo e crítico, de modo a instrumentalizar o discente para uma prática emancipatória alinhada às propostas do SUS.</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/praticasdocentes/article/view/7550 INOVAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 2022-03-13T23:09:54+00:00 ANDREA SIQUEIRA andreasiqueira@live.com Aline Seabra Tochi eabrat@gmail.com Angélica Gouveia Lima angelicagouveia.adv@gmail.com Áurea Bandeira Marchetti aureamarchetti@gmail.com Camila Rodrigues de Souza Brito adv.camilabrito@gmail.com Eumar Evangelista de Menezes Júnior eumar.junior@unievangelica.edu.br Evellyn Thiciane M. Coelho Clemente evellyn@coelhoesantos.com.br Gabriela Naves dos Santos Naves gabigomesnaves@hotmail.com Priscilla Santana Silva priscillasantana_@hotmail.com Valdir Lopes Cavalcante valdircavalcante.adv@gmail.com <p><strong>RESUMO</strong></p> <p>Este estudo apresenta as ferramentas utilizadas pela instituição de ensino no período de distanciamento social imposto pela pandemia, enaltecendo a relevância da aplicação das TICs, agregadas a utilização de softwares e aplicativos que, até então, eram somente utilizados para a comunicação informal e entretenimento, tais como whattsApp, instagram e que fizeram parte da estratégia didática utilizada pelo curso de direito no momento das aulas remotas. O isolamento social obrigou uma maior adesão dos docentes na aplicação das TICs em sua metodologia, adjuntas a outros mecanismos de comunicação, softwares e aplicativos que, até então, eram utilizados para a comunicação informal e entretenimento, tais como WhatsApp, Instagram, podcasts e que após o distanciamento social foram aplicados no processo ensino- aprendizagem no curso de direito em todos os setores da instituição de ensino, trazendo uma experiencia positiva para o processo de ensino-aprendizagem e que mesmo após o retorno das aulas presenciais, continuarão sendo utilizadas pelos docentes em suas aulas, visto que, trouxe maior proximidade entre professor e aluno facilitando o desenvolvimento educacional no</p> 2022-06-30T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Anais do Seminário de Atualização de Práticas Docentes