INTERDISCIPLINARIDADE E ENSINO REMOTO

OS DESAFIOS DA APRENDIZAGEM EM ENGENHARIA NO DISTANCIAMENTO SOCIAL

Autores

  • Anderson Dutra e Silva
  • Maria Fernandes Gomide Dutra e Silva Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica
  • Eduardo Dourado Argôlo Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica
  • Elke Dias de Souza Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica
  • Filipe Fonseca Garcia Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica
  • Kíria Nery Alves do Espírito Santo Gomes Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica
  • Wanessa Mesquita Godói Quaresma Centro Universitário de Anápolis- UniEvangélica

Palavras-chave:

Interdisciplinaridade; Ensino; Engenharia Civil; Distanciamento Social

Resumo

A pandemia do Covid-19 criou uma nova situação nas instituições de ensino, não só no Brasil como no mundo. Nesse contexto, a necessidade de distanciamento social suscitou, de forma emergencial, a necessidade de se utilizar plataformas de ensino remoto. O protagonismo do aluno e o conhecimento interdisciplinar são necessidades fundamentais na formação superior de profissionais capacitados. Um grande desafio para o ensino de engenharia civil é como desenvolver a interdisciplinaridade sem os encontros presenciais. O objetivo desse artigo é apresentar a realidade de algumas disciplinas no curso de engenharia civil do Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica). A impossibilidade de encontros presenciais de forma abrupta representa, de certa forma, uma barreira às atividades interdisciplinares. Porém, essa mesma situação cria opções para que novos métodos sejam utilizados por professores e estudantes. Os desafios dessa nova realidade de ensino são adaptar às novas condições e manter, acima de tudo, a qualidade do aprendizado.

Downloads

Publicado

2020-10-02

Edição

Seção

ANAIS DO 39º SEMINÁRIO DE ATUALIZAÇÃO DE PRÁTICAS DOCENTES