A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PARA IDENTIFICAÇÃO DA CÁRIE EM ESTÁGIO INICIAL: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA.

  • AMANDA GABRIELE BATISTA faceg
  • DALLES RODRIGO SILVA
  • ALANA CAETANO BATISTA
  • VITÓRIA SIQUEIRA BESSA
  • IVANICE MIRANDA REIS
Palavras-chave: cárie dentária, diagnóstico precoce, tratamento conservador

Resumo

A cárie dentária é uma doença multifatorial, crônico-degenerativa e açúcar dependente, que se caracteriza pela desmineralização da parte inorgânica e pela destruição de substâncias orgânicas presente no dente (o termo “cárie” deriva do latim “cariosus” que significa destruição ou putrefação). Ela tem prevalência significativa na população de forma geral, sendo o principal agravo em saúde bucal, seguido pelas doenças periodontais e o edentulismo. Sua etiologia está diretamente relacionada a placa bacteriana ou biofilme, a dieta e o substrato. A literatura evidenciou a importância da promoção de saúde bucal, visando a conscientização da população sobre a prevenção, seguindo as orientações de uma escovação correta, o uso de fio dental e limpadores de língua. No entanto, após a instalação da carie visa-se um diagnóstico precoce e preciso da mesma, permitindo ao cirurgião-dentista um tratamento pouco invasivo e conservador, impedindo assim a progressão da lesão, bem como, proporcionando ao paciente um prognóstico positivo, com a finalidade de evitar o avanço da doença para a polpa e a perca do elemento dentário. Para se ter um tratamento eficaz deve-se promover palestras educativas de conscientização de higienização bucal e alimentação correta, incentivando a um menor consumo de açúcares, assim como visitas regulares ao cirurgião-dentista.

Publicado
2019-04-03