IMPORTÂNCIA DA BIOSSEGURANÇA NA ODONTOLOGIA

  • nathalia oliveira cezar faculdade evangélica de goianésia
  • KELLE ALLINE SOARES DA FONSECA TAVERES
  • José Mateus dos Santos Júnior
  • MARIA IZABELA CONTIJO ALVES
  • MARIA HAYRA MARÇAL BATISTA
  • THAIS REGINA DA SILVA PEREIRA
  • Ivanice Miranda Reis
Palavras-chave: Contenção de Riscos Biológicos, Promoção em Saúde, Equipamentos de Proteção Individual

Resumo

Biossegurança em Odontologia é o conjunto de procedimentos adaptados ao consultório, ou seja, são regras e normas pré-estabelecidas que reduzem os riscos biológicos em funções em que o profissional fica exposto a material orgânico, como sangue, saliva e dejetos. Possui uma série de medidas e procedimentos. A mais comum e primária delas é a vacinação. Todos os profissionais envolvidos no trabalho em um consultório odontológico devem ser imunizados contra as principais doenças a que estão expostos, como: hepatite B, febre amarela, sarampo, caxumba e rubéola, tuberculose, difteria e tétano e influenza. Outra medida muito conhecida é a utilização dos EPI’s – Equipamentos de Proteção Individual. São itens essenciais no dia a dia de um consultório odontológico. Além disso, existem os métodos de eliminação de microrganismos dos materiais e ferramentas odontológicas. Esse trabalho tem finalidade de informar sobre a importância da biossegurança na odontologia para o paciente e profissional e sua equipe. Conclui-se que a Biossegurança é essencial para qualquer consultório odontológico pois, ela cuida da segurança de todas as pessoas quando o assunto é o risco biológico. Seguir seus procedimentos e regras corretamente previne a transmissão de doenças, reduz o risco ocupacional e de infecção cruzada e também diminui os riscos de penalização legal e criminal perante a justiça. Sendo assim, o responsável técnico pelo consultório deve ter conhecimento profundo sobre o tema

Publicado
2019-04-03