Síndrome de Tourette e seus desafios perante o tratamento odontológico.

  • Ana Claudia Lopes Xavier Faceg
  • Maria Luisa de Jesus Neves
  • Guilherme Silvério de Araújo Filho
  • Marilia Oliveira Morais
  • Débora Brandão

Resumo

A Síndrome de Tourette é uma disfunção dos distúrbios psicossociais e também ao transtorno obsessivo-compulsivo, envolve fatores genéticos e de natureza neuropsiquiátrica. Na área odontológica, as manifestações orais da Síndrome de Tourette são problemas como disfunção temporomandibular, bruxismo, lacerações severas na mucosa bucal, hipossalivação, lesões cariosas e doenças periodontais. Esta síndrome requer acompanhamento feito por um psicólogo e um psiquiatra, sendo devidamente controlada com medicamentos. Já o tratamento odontológico visa encontrar a melhor estratégia para atender e tratar esses pacientes. Devido as manifestações orais da síndrome de Tourette, o cirurgião-dentista tem um papel importante no atendimento multidisciplinar desse paciente. O tratamento odontológico é basicamente o mesmo realizado em pacientes neurotípicos. As dificuldades que o cirurgião-dentista pode encontrar durante o tratamento são movimentos involuntários que dificultam a realização dos procedimentos, cabendo assim ao profissional estar preparado para proporcionar um tratamento de qualidade e excelência aos pacientes da Síndrome de Tourette.

Publicado
2019-04-01