Sífilis: Problema de saúde pública novamente?

  • addria stefany faria silva
  • Larissa Preda Da Silva Xavier Evangélica de Goianeisa
  • lisandra alves alencar
  • Rodrigo Fernandes de Lima
  • Marilia Oliveira Morais
  • Juliana Rodrigues
Palavras-chave: Sífilis, cirurgião-dentista, diagnóstico

Resumo

A sífilis ainda se apresenta como um problema de saúde pública em todo o mundo, mesmo havendo grandes avanços em relação a prevenção e ao tratamento da doença. A sífilis é uma doença infectocontagiosa, causada pelo Treponema Pallidum. Pode ser transmitida sexualmente, verticalmente da mãe contaminada para o seu feto e raramente através de transfusão sanguínea ou hemoderivados. Dados recentes têm demonstrado o aumento significativo da incidência de casos de sífilis no Brasil. O desenvolvimento de máculas, pápulas e placas mucosas, podem aparecer em qualquer parte da boca e podem causar graves lesões orais. Cerca de 30% dos pacientes apresentam manifestações orais. O desafio no diagnóstico de sífilis reside no reconhecimento das suas manifestações orais e solicitação de testes laboratoriais específicos para os casos suspeitos. Sendo assim, o cirurgião-dentista tem um papel muito importante no diagnóstico e controle de sífilis através da identificação do seus sinais e sintomas orais, orientação do paciente e encaminhamento do paciente para o infectologista para tratamento.

Publicado
2019-04-01