FACETA DIRETA COM RESINA COMPOSTA EM DENTE ESCURECIDO TRATADO ENDODONTICAMENTE E PROVISÓRIO COM DENTE DE ESTOQUE E RIBBOND

  • RÁVILA ADRIELLY DE CARVALHO
  • AMANDA LUYSA RORIZ PINTO
  • ANDRESSA HAJJAR DAHER
  • GUSTAVO PECLAT DAVID
  •  POLLYANA SOUSA LÔBO EL ZAYEK
  • ANA LÚCIA MACHADO MACIEL

Resumo

FACETA DIRETA COM RESINA COMPOSTA EM DENTE ESCURECIDO TRATADO ENDODONTICAMENTE E PROVISÓRIO COM DENTE DE ESTOQUE E RIBBOND

 

 RÁVILA ADRIELLY DE CARVALHO1

AMANDA LUYSA RORIZ PINTO1

ANDRESSA HAJJAR DAHER1

GUSTAVO PECLAT DAVID1

 POLLYANA SOUSA LÔBO EL ZAYEK2

ANA LÚCIA MACHADO MACIEL3

 

1Acadêmicos do curso de Odontologia do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA.

2Professora Co-orientadora do Curso de Odontologia do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA.

3Professora Orientadora do Curso de Odontologia do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA.

E-mail para correspondência: anabluemachado@gmail.com

 

 

RESUMO SIMPLES

Variadas situações podem acarretar baixo autoestima nos indivíduos, como dentes escurecidos, falhas dentais, anomalias, etc. Restaurações adesivas apresentam ótimas opções restauradoras para rápidas soluções estéticas, e provisórios recuperam a autoimagem do indivíduo de maneira imediata, até que seja realizado um tratamento protético definitivo, significando em melhora na sua autoimagem. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de uma faceta direta realizada no dente 11 escurecido, conjugada com um provisório não convencional, para substituir o dente 21. Paciente W. J. D., 38 anos, sexo masculino, compareceu à Clínica Odontológica do Centro Universitário de Anápolis-UniEVANGÉLICA com queixa de “um dente da frente muito escuro e uma falha no dente do lado”. A avaliação clínica mostrou o dente 11 com coloração acastanhada, e a radiografia evidenciou tratamento endodôntico satisfatório, além da ausência do dente 21. O tratamento foi feito de acordo com as necessidades iniciais do paciente, realizando uma faceta direta com resina composta para restabelecer a estética no dente 11. Em seguida, um dente de estoque foi recortado e adaptado no espaço que seria o dente 21, fixado com uma fita de fibra de polietileno de alta resistência (RIBBOND®), e unindo-o aos dentes adjacentes com resina composta. O resultado foi aprovado pelo paciente, pois proporcionou estética e harmonia dental, elevando sua autoestima, e ele pôde apresentar um sorriso espontâneo.

 

PALAVRAS–CHAVE

Autoimagem. Estética Dentária. Facetas Dentárias. Resinas Compostas. Restauração Dentária Temporária.  

 

INTRODUÇÃO

Variadas situações podem acarretar baixa autoestima nos indivíduos, como dentes escurecidos, falhas dentais, anomalias, etc. A ausência de elementos dentários em região anterior implica em uma necessidade funcional, fonética, estética e em medidas imediatas para satisfação do paciente (JUSTO 2008; BENDO 2014; SILVA 2012)

Os dentes escurecidos são um desafio para o cirurgião-dentista restabelecer a harmonia e a estética. As facetas de resina e facetas cerâmicas são estratégias restauradoras para dentes que apresentam restaurações deficientes, alterações de forma e dentes não vitais escurecidos. As facetas de resina composta apresentam algumas vantagens, como: técnica rápida, segura e eficaz; menor custo em relação às cerâmicas; dispensam etapas de laboratório e não requerem provisório, nem moldagem (CARDOSO, 2012; KORKUT, 2013)

Ao inserir a perda dentária no contexto de avaliação da qualidade de vida, percebe-se que seu impacto vai além da estética, causando transtornos funcionais e, principalmente, psicológicos. Ressalta-se, ainda, que a rotina diária dessas pessoas também é alterada, sofrendo modificações pela interferência na fala, nas alterações comportamentais, nas dificuldades de mastigação, no convívio social e na autoestima. (PASSOS-SOARES, 2018)

A possibilidade do uso de uma fita de fibra de vidro reforçada por resina (Ribbond®) para fixar o pôntico aos elementos adjacentes foi recentemente proposta por sua força e rigidez, adaptabilidade a várias formas e potencial adesivo na estrutura dentária. (JUSTO, 2008) Esta fita é um material estético biocompatível, feito de fibra de polietileno de alta resistência. (JINDAL R, 2013), e tem sido usada com sucesso para a confecção de dentes, substituição de dentes perdidos, reforço de próteses parciais fixas de resina acrílica provisória e retenção ortodôntica. (AKGUN, 2012)

Atualmente, a incessante busca pelo belo tem proporcionado avanços nas propriedades físicas e ópticas dos materiais odontológicos, proporcionando o desenvolvimento de técnicas mais conservadoras e a obtenção de resultados cada vez mais previsíveis esteticamente. (CARDOSO, 2012)

OBJETIVOS

O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de uma faceta direta realizada no dente 11, escurecido, conjugada com um provisório não convencional para substituir o dente 21.

 

DESENVOLVIMENTO

Paciente W. J. D., 38 anos, sexo masculino, compareceu à Clínica Odontológica do Centro Universitário de Anápolis-UniEVANGÉLICA, encaminhado do Cais Jardim Progresso, na cidade de Anápolis-GO, com queixa de “um dente da frente muito escuro e uma falha no dente do lado”. O paciente veio do interior do Mato Grosso para tratamento de dependência química, e relatou já estar quase finalizando esta fase do tratamento. A avaliação clínica mostrou o dente 11 com coloração acastanhada, e a radiografia evidenciou tratamento endodôntico satisfatório, além da ausência do dente 21. Após anamnese, exame clínico e análise radiográfica, iniciou-se a elaboração do planejamento do tratamento, que foi a realização de uma faceta direta de resina composta no dente 11 e um provisório do dente 21 com dente de estoque, fixado por uma fita de fibra de vidro reforçada por resina nos dentes adjacentes ao espaço edêntulo.

Realizou-se o isolamento absoluto auxiliado por cianoacrilato, que tem por objetivo unir o lençol de borracha à gengiva, impedindo a infiltração de saliva no campo operatório (SOUSA NETO, 1996). Em seguida, iniciou-se o preparo do dente 11 para receber a faceta, com um maior desgaste do que o convencional, a fim de se conseguir mascarar o grande escurecimento do dente. Uma resina opaca Z350 XT WD (3M/ESPE) foi utilizada, a camada intermediária com Z250 A3, e finalizada a faceta com a resina Z250 A2.

Para se preencher ao espaço edêntulo do dente 21, adaptou-se um dente de estoque, primeiramente desgastando-o de acordo com o espaço, e realizou-se uma canaleta no sentido mésio-distal do lado lingual, para que fosse fixada a fita com fibra de polietileno. Posteriormente aplicou-se ácido fosfórico a 37% na face lingual do dente 11 e 22 por 15 segundos, próximo à região proximal, e realizou o enxágue e a secagem. Foi aplicado o primer/adesivo Single Bond (3M/ESPE) na região condicionada e a fotopolimerização. Uma pequena porção de resina composta foi inserida na canaleta do dente de estoque, para ser adaptada a fita de reforço, que estava impregnada pelo primer/adesivo e polimerizada.

Depois aplicou-se o primer/adesivo no restante da fita, acomodou-se uma pequena porção de resina na região lingual condicionada dos dentes 11 e 22, e pressionou-se, seguida da fotopolimerização.

Por fim, foi finalizada a colocação da resina composta na face lingual do dente de estoque e sobre a fita, e fotopolimerizou-se.

Os ajustes foram realizados, acabamento e polimento, e assim o procedimento foi finalizado com sucesso, de acordo com as necessidades do paciente.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O provisório com dente de estoque e a faceta direta com resina composta favoreceram a estética e melhoraram a autoestima do paciente, significando uma importante melhora na sua qualidade de vida.

O resultado imediato foi aprovado pelo paciente, que recuperou a harmonia dental. Ele foi informado que o tratamento realizado é temporário e que necessita ser substituído.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. AKGUN, M. et al. Ribbond for treatment of complicated crown fractures: report of 3 cases. J Clin Pediatr Dent 2012; 37(2):149-52.
  2. BENDO, C. B.; MARTINS, C. C.; PORDEUS, I. A.; PAIVA, S. M. Impacto das condições bucais na qualidade de vida dos indivíduos. Rev Assoc Paul Cir Dent 2014; 68(3):189-93..
  3. 4CARDOSO, P. C. et al. Facetas diretas de resina composta e clareamento dental: estratégias para dentes escurecidos. Rev Odontol Bras Central 2011;20(55): 341-347.
  4. R. et al. Treatment of nursing bottle caries with ribbond. J Indian Soc Pedod Prev Dent 2013; 31(1):48-51.
  5. JUSTO, F. R. M.; PFAU, E. A.; CURY, E. Z.; TOLENTINO, L. S.; SABOIA-GOMES, R. Método alternativo para confecção e fixação de provisório através de fita de vidro reforçada por resina em região anterior: relato de 2 casos clínicos. Rev. Dental Press Period Implantol 2008; 2(4): 51-58.
  6. KORKUT, B.; YANIKOGLU, F.; GUNDAY, M. Direct Composite Laminate Veneers: Three Case Reports. J Dent Res, Dental Clinics, Dental Prospects. 2013; 7(2):105-111.
  7. SOUSA NETO, M. D.et al. Isolamento absoluto do campo operatório com a ajuda de cianocrilato: casos clínicos. Rev Bras Odontol 1996; 53(6):36-7.
  8. PASSOS-SOARES, J. S. et al. Impacto da perda dentária na qualidade de vida relacionada à saúde bucal de adultos. Rev Ciênc Méd Biol 2018; 17(2):158-163.
  9. SILVA, E. A.; TÔRRES, L. H. N.; SOUSA, M. L. R. Perda dentária e o impacto na qualidade de vida em adultos usuários de duas Unidades Básicas de Saúde. Rev Odontol UNESP 2012; 41(3):177-184.
Publicado
2019-06-09
Edição
Seção
Resumo