DESFRUTANDO DO LÚDICO COM CRIANÇAS DE PROJETO SOCIAL PARA COMPREENSÃO DOS CUIDADOS COM A SAÚDE

  • Germana Pires Pereira do Carmo
  • Alessandra Jessica Vieira
  • Laiz de Moraes Silva
  • Maria Clara Pires Do Carmo
  • Mariana Teixeira Olímpio de Souza
  • Liliane Braga Monteiro dos Reis

Resumo

DESFRUTANDO DO LÚDICO COM CRIANÇAS DE PROJETO SOCIAL PARA COMPREENSÃO DOS CUIDADOS COM A SAÚDE

 

Germana Pires Pereira do Carmo1; Alessandra Jessica Vieira1; Laiz de Moraes Silva¹; Maria Clara Pires Do Carmo1; Mariana Teixeira Olímpio de Souza1; Liliane Braga Monteiro dos Reis2.

 

  1. Acadêmicas do 8º período do Curso de Odontologia do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA
  2. Professora do Curso de Odontologia do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA

 

RESUMO

Um desafio grande na atenção a saúde atualmente é atenção à saúde da criança e do adolescente, pois se trata de um grupo social que passa durante grandes e importantes transformações fisiológicas e psicológicas relacionadas a um envolvimento social e a sua nova identidade na sociedade. O objetivo deste trabalho é apresentar o desenvolvimento de atividades educativas de promoção e prevenção de saúde para crianças e adolescentes participantes do projeto social AABB Rotary-Parceiros do Bem. Participaram 118 crianças e adolescentes com idade entre seis e 15 anos. Os conteúdos trabalhados estavam relacionados com cuidados em saúde, trabalhados de forma lúdica e interativa. Os temas foram: Cárie e Alimentação Saudável, Traumatismo Dental e Dentição Decídua e Permanente, Bullying e Higiene Pessoal. As estratégias utilizadas foram rodas de conversas, gincanas, teatro e músicas. As atividades aconteceram semanalmente, distribuídas em seis dias. Observou-se uma resposta positiva por parte do público alvo que se mostrou interessado, especialmente nos momentos reservados aos esclarecimentos das dúvidas. Concluímos que as atividades executadas permitiram a compreensão por parte do público envolvido a respeito da importância dos cuidados com a saúde bucal e geral, haja vista que se trata de uma população em uma faixa etária na qual ainda é possível se estabelecerem bons hábitos ou mesmo mudanças necessárias para melhora das condições de saúde e qualidade de vida.

Palavras-chave: Adolescente; Criança; Saúde Bucal; Promoção de Saúde.

INTRODUÇÃO

A atual Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) apresenta como base o conceito ampliado de saúde e o referencial teórico da promoção da saúde (BRASIL, 2014). Segundo a PNPS, a educação em saúde é uma das estratégias para concretizar ações de promoção da saúde, devendo ser instrumento da dinâmica da aprendizagem, porém sustentada em processos pedagógicos problematizadores dialógicos, libertadores, emancipatórios e críticos (BRASIL, 2014).

Dentre os modelos de educação em saúde, a abordagem problematizadora, proposta por Paulo Freire (1984) apresenta na sua fundamentação práticas pedagógicas dialógicas em que ocorre a troca de saberes entre educador e educando promovendo um crescimento mútuo. No modelo problematizador a o educando é portador de saberes e práticas de saúde e cuidado adquiridos mediante experiências concretas de vida, enquanto o educador detém um saber técnico-científico que é inacabado, no cotidiano de suas ações reaprende por meio do diálogo com o saber popular (SILVA; SENNA; JORGE, 2013).

O Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA, imbuída no desenvolvimento de seus princípios de promoção e inclusão social possui na modalidade Projeto de Extensão o Projeto “AABB Rotary-Parceiros do Bem”, que tem dentre seus fundamentos a realização de ações de educação em saúde, possibilitando a construção de conhecimentos e o acesso à cidadania.

Participam do projeto crianças e adolescentes com idade entre 06 e 18 anos incompletos, estudantes da rede pública de ensino e pertencentes a famílias em situação de vulnerabilidade social.

As crianças e adolescentes têm diferentes graus de percepção de si mesmos e do mundo, em função da sua fase de desenvolvimento, e para elas, a qualidade de vida está muito sujeita a alterações sendo influenciada por eventos e problemas decorrentes do cotidiano (HINDS, 1990).

As ações de promoção e prevenção à saúde se integram na qualidade de vida dessas crianças e adolescentes, atendendo às suas necessidades quanto aos cuidados da saúde geral e possibilitando a mudanças de hábitos dos mesmos.

 

 

 

OBJETIVO

Este trabalho consiste em apresentar o desenvolvimento de atividades educativas de promoção e prevenção de saúde para crianças e adolescentes participantes do projeto social AABB Rotary-Parceiros do Bem.

 

DESENVOLVIMENTO

O projeto social AABB- Rotary- Parceiros do Bem, realizado no segundo semestre de 2018, contou com a participação de 118 crianças e adolescentes com idade entre seis e 15 anos, as quais foram divididas em quatro turmas para se ter uma melhor produtividade na realização das atividades. Os temas abordados foram relacionados aos cuidados na saúde em geral sendo dentre eles: Cárie, Alimentação Saudável, Higiene Pessoal, Bullying, Traumatismo Dentário na dentição decídua e permanente.

Semanalmente foram realizadas atividades direcionadas ao tema abordado, totalizando em seis encontros. O primeiro tema desenvolvido foi a respeito da Cárie, o qual utilizou-se do recurso roda de conversa, explicando sobre a etiologia, como ocorre o processo de desmineralização, quais são as características de uma lesão de mancha branca e lesão cavitária e o que fazer para prevenir a ocorrência da lesão de cárie. Após a discussão do tema, foi realizado um questionário a respeito, para sedimentar o conhecimento aplicado.

O segundo tema abordado foi a Alimentação Saudável, o qual utilizou-se de dinâmica interativa por meio de figuras ilustrativas de alimentos que seriam considerados “saudáveis” e “não saudáveis” para a saúde em geral, foi comentado a respeito dos componentes dos alimentos e o que afetaria à saúde caso não ocorra a ingestão de forma equilibrada.

O terceiro tema abordado foi a respeito do Bullying e Higiene Pessoal, realizada uma discussão do conceito de bullying e suas subdivisões como: bullying verbal, físico, psicológico, cyber bullying e, tratando-se do tema de higiene pessoal que está intimamente interligado ao Bullying. Foi direcionada uma dinâmica entre os alunos, os quais retrataram por meio de frases e desenhos em um cartaz o que para eles era a definição de bullying. Durante a elaboração dos cartazes os acadêmicos estabeleceram diálogos e reflexões com os participantes.

O quarto e último tema foi Traumatismo Dentário em dentição decídua e permanente. Foi apresentado às turmas um vídeo ilustrativo do passo a passo do que fazer na ocorrência de um trauma dentário, como: pegar o remanescente dentário pela coroa e lavar em água corrente, preservar esse remanescente em local com soro fisiológico, saliva ou leite, tempo de 30 minutos a 2 horas para ser reposicionado. Após a explicação, utilizou-se de dinâmica interativa em que foi dado um roteiro de um breve teatro que foi apresentado pelos próprios alunos. Diante dos temas propostos, observou-se uma resposta positiva por parte dos alunos, que se mostraram interessados e participativos, sanando suas dúvidas, relatando situações do cotidiano e disposto a mudanças de hábitos.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

As atividades executadas permitiram a compreensão por parte do público envolvido a respeito da importância dos cuidados com a saúde bucal e geral, haja vista que se trata de uma população em uma faixa etária na qual ainda é possível se estabelecerem bons hábitos ou mesmo mudanças necessárias para melhora das condições de saúde e qualidade e vida. Por outro lado, a vivência dos acadêmicos permitiu percepções relacionadas aos cuidados em saúde de informações valiosas para o desenvolvimento profissional.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria Nº 2.446, de 11 de novembro de 2014. Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS). Brasília, 2014

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Ed. 13. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

SILVA, A. N.; SENNA, M. A. A.; JORGE, R. C. Educação em Saúde. In: SILVA, A. N.; SENNA, M. A. A. Fundamentos em saúde bucal coletiva. Rio de Janeiro: MedBook, 2013. cap. 6, p.101-116.

HINDS, P. Quality of life in children and adolescents with cancer. Seminars in Oncology Nursing, v. 6, n. 4, p. 285-291, 1990.

Publicado
2019-06-09
Edição
Seção
Resumo