AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DO USO DE DISPOSITIVO PRESSURIZADO DOSIMETRADO POR FORMANDOS DE MEDICINA E FISIOTERAPIA

  • Júlia Rodrigues Moraes
  • André Luiz Cavalcante Cirqueira
  • Bruno Catugy Pereira
  • Igor Camargo da Mota
  • Patrícia Ferreira da Silva Castro

Resumo

Doenças pulmonares crônicas são caracterizadas por disfunções respiratórias, as quais podem sensibilizar os pulmões e outras estruturas, interferindo substancialmente na qualidade de vida do indivíduo com essa patologia (FERREIRA, BRITO, FERREIRA, 2010). A administração de medicamentos por via inalatória é essencial ao tratamento desses pacientes. Os dispositivos inalatórios são aparelhos que viabilizam o transporte e obtenção de elevadas concentrações dos medicamentos aos pulmões, elevando os efeitos terapêuticos e reduzindo os efeitos adversos sistêmicos (HESS, 2005).

A utilização incorreta dos inaladores pode ocasionar o insucesso terapêutico por reduzir a concentração dos medicamentos inalados no local de ação, podendo induzir a não adesão ao tratamento e dificultando o controle clínico, além de aumentar os custos para o sistema de saúde devido à recorrência de internações e aumento da mortalidade (OLIVEIRA et al., 2014).

Publicado
2019-01-23
Edição
Seção
PIBIC - CNPq