USO DO SHORT PHYSICAL PERFORMANCE BATTERY PARA RASTREAMENTO DE RISCO DE QUEDAS EM IDOSOS PARTICIPANTES DE UMA UNIVERSIDADE ABERTA PARA TERCEIRA IDADE

  • Beatriz Lima Magalhães
  • Sayonnara Gonçalves Ribeiro da Silva
  • Thiara Melo Yasuda
  • Ilana de Freitas Pinheiro
  • Viviane Lemos Silva Fernandes
  • Kelly Cristina Borges Tacon

Resumo

O envelhecimento é uma evolução dinâmica e progressiva que apresenta alterações morfológicas, funcionais e bioquímicas, com diminuição na capacidade homeostática em situações de sobrecarga funcional, alterando progressivamente o organismo e tornando o mesmo mais vulnerável aos fatores intrínsecos, como a capacidade de manter equilíbrio quando houver um deslocamento intensificado do centro de gravidade, as alterações fisiológicas associadas ao envelhecimento, presença de doenças agudas e crônicas, sarcopenia e alterações na marcha1,2.

Devido à repercussão na saúde do idoso, a queda é considerado um evento limitante, e considerada como um problema de saúde pública, onde há uma diminuição na autoconfiança que pode levar para um nível mais baixo de atividade física, uma redução na força e, consequentemente, aumento do risco de quedas.3 A partir deste cenário surgiram os programas universitários voltados para a população idosa no Brasil que possuem como principal objetivo oferecer uma alternativa para que os idosos utilizem seu tempo livre de maneira cultural, social e esportiva.4

Publicado
2019-01-23
Edição
Seção
PBIC - UniEVANGÉLICA