A CONECTIVIDADE ECOLÓGICA E O NOVO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO: SUAS INFLUÊNCIAS E RECEPÇÕES NA LEGISLAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL.

  • Fabrício Wantoil Lima
  • Nathália Lima Bragança
  • João Garcia de Almeida Neto

Resumo

O referido tema, é amplamente debatido por todos os meios de comunicação, fala-se muito sobre meio ambiente, sendo certo que essa questão, cada vez mais aventada, requer abordagens diferentes, é dizer, imprescindível se mostra, lançar um olhar sobre o arcabouço jurídico-ambiental, analisando-o do ponto de vista da legislação nacional e internacional, bem como acerca de suas influências na proteção dos recursos naturais.

A proteção ambiental é importante, não há dúvida. O alcance dos problemas ambientais pode ser global, literalmente, ultrapassam os limites territoriais de todos os países. Neste sentido, o que fazer para obter um meio ambiente ecologicamente equilibrado? A conectividade ecológica, por meio de corredores ecológicos, pode ser um caminho favorável?

É o que se propõe nesta pesquisa, cujo título é o seguinte: A Conectividade Ecológica e o novo Código Florestal brasileiro: suas influências e recepções na legislação nacional e internacional.

Publicado
2019-01-23
Edição
Seção
PBIC - UniEVANGÉLICA