DIAGNÓSTICO DA GESTÃO AMBIENTAL NO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ANÁPOLIS

  • Vittoria Alves Caixeta Xavier
  • Bruno Francisco de Souza Moura
  • Vívian da Silva Braz

Resumo

A questão ambiental e a sustentabilidade das universidades brasileiras têm se tornado alvo de inúmeros debates e especulações nas últimas décadas, especialmente pela conscientização de preservação e uso consciente dos recursos naturais (TOMETICH, 2013). Na concepção de Salgado (2006), as Instituições de Ensino Superior são importantes instrumentos para a propagação de conscientização quanto à preservação ambiental, pois são agentes de desenvolvimento social e formadores de opinião. Pode-se definir um Sistema de Gestão Ambiental como um conjunto de ações, políticas ou práticas de uma empresa, cujo objetivo é alcançar um desempenho ambiental melhor, reduzindo ou mesmo controlando seus impactos ambientais (BARBOSA et al, 1995).

Diante tal fato surgiu o questionamento que permeou a pesquisa: como o Centro Universitário de Anápolis tem realizado a gestão ambiental institucional? Sendo assim, este estudo teve como objetivo geral realizar um diagnóstico da gestão ambiental no centro Universitário de Anápolis, compreendendo assim o padrão de consumo e geração de resíduos institucional e o potencial impacto ambiental das suas atividades.

Publicado
2019-01-23
Edição
Seção
PBIC - UniEVANGÉLICA