BIOÉTICA E HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE FISIOTERAPIA EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

  • Jaqueline Leal Santos
  • Letícia Lopes Barbosa Santana
  • Maria Eduarda Pereira da Silva
  • Thays Lisboa Guedes
  • Victória Renata Evangelista de Freitas
  • João Martins de Oliveira Filho
  • Fabiane Alves de Carvalho Ribeiro
  • Ilana de Freitas Pinheiro

Resumo

Introdução: A presença do fisioterapeuta é fundamental na UTI, onde suas técnicas de atendimento são de grande importância para uma boa recuperação e preservação da funcionalidade. No intuito de amenizar os danos e efeitos prejudiciais ocasionados pela hospitalização, deve-se valorizar o atendimento humanizado, oferecendo ao paciente um tratamento digno durante o tempo de internação. Objetivo: Este estudo teve como objetivo fazer uma revisão bibliográfica sobre os aspectos éticos e humanizados na assistência de fisioterapia em Unidades de Terapia Intensiva e observar a aplicabilidade de princípios bioéticos no atendimento. Metodologia: Foi realizada buscas pela literatura, nas bases de dados: Pubmed, Scielo, Lilacs, Medline e buscas diretas, independente de data e limitado pela língua portuguesa. Resultados: Foram inseridas 5 publicações as quais abordam a importância da humanização no atendimento em UTI, avaliam os fisioterapeutas atuantes na área quanto ao atendimento humanizado e relatam a relevância da Política Nacional de Humanização da Saúde perante a recuperação e qualidade de vida do paciente, aplicando princípios bioéticos no cotidiano do profissional. Conclusão: A humanização faz parte da conduta adotada pelos fisioterapeutas atuantes na UTI, porém há problemas quanto à autonomia do paciente, relatando que não possuem participação ativa nas tomadas de decisão de seu tratamento, prejudicando assim a confiança e a segurança perante o tratamento e o profissional.

Publicado
2019-12-01
Seção
XVII Mostra Acadêmida do Curso de Fisioterapia