ESTUDO EXPERIMENTAL DE UM SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO POR ADSORÇÃO COM SÍLICA-GEL E ÁGUA UTILIZANDO ENERGIA SOLAR

  • Rosemberg Fortes Nunes
  • Yuri Vieira DUARTE Unievangélica
  • Lucas Martins PEIXOTO Unievangélica
  • João Ricardo HERÊNIO Unievangélica
  • Roberto Caparelli MARÇAL
Palavras-chave: Refrigeração, Adsorção, Energia térmica

Resumo

Devido as intensas transformações climáticas e danos ao meio ambiente que o mundo vem sofrendo, aliado ao crescente aumento no consumo de energia elétrica mundial, a proposta deste trabalho é apresentar um estudo para os sistemas de refrigeração, no qual, são grandes consumidores de energia e que em sua grande maioria utiliza energia não renovável (elétrica ou de origem fóssil) afetando diretamente na depleção da camada de ozônio provocados pelos fluidos refrigerantes presentes no sistema. Desta forma o trabalho descreve o desenvolvimento de um protótipo de chiller que utiliza energia solar como fonte térmica do processo de adsorção com sílica-gel e água com a intenção de produzir água gelada, apresentando-se assim como uma tecnologia alternativa aos sistemas convencionais, permitindo uma efetiva adequação às questões ambientais. O sistema desenvolvido é composto por dois subsistemas, sendo que o primeiro é composto por coletores solares planos com o intuito de converter a energia solar (radiância) em energia térmica, na qual é transferida ao fluido através da circulação pelo coletor e posteriormente armazenada em um boiler, podendo assim ser utilizado sempre que necessário para regeneração dos pares adosrtivos (sílica-gel). O segundo e mais importante sistema compõe especificamente um leito poroso dentro do chiller adsortivo, onde é realizado o processo da adsorção física, promovendo assim a refrigeração do fluido e posteriormente utilizado na climatização de ambientes. O presente trabalho teve como objetivo alcançar parâmetros e dados escaláveis para a concepção de um novo produto comercial (chiller) a ser utilizado na climatização de ambientes de uma maneira sustentável, cuja as verificações deste experimento possibilitaram resultados satisfatórios, além de verificar o desempenho do sistema através do coeficiente de performance (COP), obtendo resultado de 0,21.

Publicado
2019-10-05
Seção
Artigo