O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

Normas para Publicação *

 

DA APRESENTAÇÃO DO EVENTO

A XII Jornada Jurídica da FACEG, evento que congrega as atividades do Curso de Direito da Faculdade Evangélica de Goianésia (FACEG), será realizada nos dias 14 a 18 de maio de 2018, cujo tema é “A Constituição em Tempos de Crise”, com vasta programação com objetivo de viabilizar espaços e momentos de integração da comunidade acadêmico- científica, com envolvimento de seus atores, quais sejam, operadores do Direito (professores, juízes, promotores, agentes policiais, dentre outros), pesquisadores, egressos, estudantes, comunidade local, regional e nacional, com o intuito de discutir e socializar o saber científico inerentes à formação do profissional em nível superior, na área do Direito, visando à disseminação do conhecimento e à reflexão consciente do papel da Instituição de Ensino Superior (IES), notadamente da FACEG, em uma perspectiva interdisciplinar, multidisciplinar e transversal do saber.

Na oportunidade, discutiremos importantes Eixos Temáticos: Crise Constitucional: Política, Cultura e Empoderamento; A Crise do Sistema Capitalista: Gestão, Economia e Empreendedorismo; A Crise da Criatividade: Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade; A Crise Socioambiental: Direitos constitucionais à Saúde e ao Meio Ambiente; A Crise da Alteridade: Políticas de gênero, de relações étnico-raciais e violência epistemológica. Tais temas serão socializados por meio de palestras, mesas redondas, apresentação de produções científicas, oficinas, promoção de ações sociais, eventos técnico-científicos, dentre outras formas facilitadoras para disseminação do saber técnico-científico.

Na expectativa de integrar todos os partícipes, o colegiado do curso de graduação em Direito da FACEG procura cumprir sua missão, em busca da formação de profissionais que estejam articulados e em sinergia com a realidade social, tecnológica, globalizada e com os novos fenômenos jurídicos, valorando os aspectos humanistas, políticos, econômicos e sociológicos relativos às demais Ciências Sociais e Humanas.

Por integrar a área das denominadas Ciências Sociais Aplicadas, o Curso de Direito, por seus membros, preocupa-se com a formação da consciência social, política e jurídica dos bacharéis em Direito, com ações de caráter interdisciplinar, norteador por seus ideais e direcionamentos, cujo impacto social se contextualiza pelo estudo crítico das crises experimentadas pelo Estado brasileiro e a promoção de ações que visem melhorias a toda a comunidade, notadamente, da região do Vale do São Patrício, com alcance em todo o Estado de Goiás, Brasil, e consequentemente, no país e no mundo, em face do desenvolvimento econômico e social, globalizado, competitivo e dinâmico, cuja comunidade clama por

participação efetiva e por mudanças significativas, por entidades públicas e privadas, em busca de melhorias e justiça social.

  1. DO RESUMO

2.1 Os resumos deverão ser inéditos, e poderão ser submetidos em duas categorias: resumo simples ou resumo expandido, que deverão obedecer aos modelos anexos a este edital.

2.1.1 O resumo simples deverá conter, no mínimo, 250 palavras e, no máximo, 500 palavras em folha A4, posição vertical.

2.1.2 O resumo expandido deverá conter, no mínimo, 1000 palavras e, no máximo, 1500 palavras em folha A4, posição vertical.

2.2 Os resumos deverão obedecer às normas da ABNT, nos seguintes requisitos:

2.2.1 O arquivo em PDF deverá ser na língua portuguesa – NOS MOLDES DO MODELO ANEXO;

2.2.2 Fonte “Times New Roman”; corpo 12; alinhamento justificado; sem separação de sílabas; entrelinhas com espaçamento 1,5; parágrafo de 1,5 cm; margem - superior e esquerda: 3 cm, inferior e direita: 2 cm.

2.2.3 No texto do trabalho deverão constar, obrigatoriamente, os itens: Introdução (Delimitação do Tema, Justificativa, Problemática e Objetivos); Metodologia; Resultados e Discussão; Conclusões. Logo em seguida, deverá conter no mínimo 3 e no máximo 5 palavras-chave. Por fim, deve-se informar as Referências utilizadas para a produção do trabalho.

2.2.4 As citações (NBR 10520/2002) e as referências (NBR 6023/2002) devem obedecer às regras da ABNT.

2.2.5 O sistema de chamada das referências das citações diretas ou indiretas deverá ser autor- data (NBR 10520/2002), sendo as notas de rodapé somente explicativas (NBR 6022/2003).

  1. DOS AUTORES

3.1 Serão admitidos resumos com, no máximo, 05 (cinco) autores, incluído o professor- orientador.

3.2 Serão aceitos os resumos que, dentre os autores, pelo menos um possua titulação de especialista, mestre ou doutor. Não serão aceitos resumos de estudantes de graduação ou graduados sem um professor-orientador, em qualquer hipótese.

3.3 O autor que efetuar a submissão do resumo é o responsável exclusivo por incluir o nome do outro autor, bem como a definição da ordem de apresentação dos nomes.

3.4 Após a submissão do resumo, não serão aceitas inclusões de autores e a alteração da ordem dos nomes, tampouco alteração no texto.

  1. DA SUBMISSÃO

4.1 Os resumos serão recebidos entre o período de 19 de março a 20 de abril de 2018, precisamente até às 23 horas e 59 minutos (horário de Brasília).

4.2 Cada autor poderá submeter no máximo 06 (seis) resumos (simples ou expandidos) desde que esteja presente um dos autores para a apresentação do trabalho científico, de acordo com o Anexo II.

4.3 Conforme a NBR 6024/2003, os títulos e os subtítulos devem ser alinhados à esquerda e conter um texto a eles relacionado, bem como constar numeração.

4.4 O autor que submeter o mesmo resumo (mesmo título e conteúdo) terá ambos os resumos excluídos.

4.5 Para submissão de resumos, é necessário o preenchimento completo do cadastro individual no site EVEN3 (http://www.even3.com.br), tanto pelos autores brasileiros quanto os estrangeiros.

4.6 Os resumos deverão ser submetidos exclusivamente através do sistema EVEN3 (http://www.even3.com.br), seguindo rigorosamente as especificações do presente edital e dos procedimentos previstos no próprio sistema.

4.6.1 O processo de submissão, no sistema “EVEN3”, se dará de acordo com os itens descritos abaixo:

4.6.2 Após o Login de acesso, clique na opção “Submeter trabalho científico”; Escolha a modalidade: Resumo Simples ou Resumo Expandido;

4.6.2.1 Escolha a área temática (Eixo Temático, de acordo com os anexos II e III);

4.6.2.2 Coloque o Título do resumo em língua portuguesa;

4.6.2.3 Insira o arquivo com trabalho a ser submetido, cuja submissão deverá ocorrer em duas etapas: considerando o trabalho com os autores denominado “Trabalho Identificado” e “Trabalho não Identificado”. Assim:

  • Insira o trabalho identificado (arquivo em PDF), ou seja, você deverá anexar o mesmo trabalho, desta vez com a identificação de todos os autores. Se aprovado, este trabalho será utilizado na publicação dos anais do evento após validado (com a apresentação do trabalho, durante o evento).
  • Insira o trabalho não identificado (arquivo em PDF), ou seja, esta opção assegura a avaliação às cegas. O arquivo NÃO deverá revelar a identidade dos autores, coautores, orientadores e afins, garantindo assim a integridade e imparcialidade do processo de avaliação. Caso haja qualquer forma de identificação, o trabalho será automaticamente DESCLASSIFICADO.

4.6.2.3 Selecione a opção “Adicionar Autor”. Deve conter no mínimo 02 (dois) e no máximo 05 (cinco) autores.

4.6.2.4 Declare que está de acordo com as regras de submissões e, o trabalho será efetivado sua submissão clicando em “Submeter Trabalho”.

4.7 O arquivo em PDF NÃO poderá conter:

  1. a) Nome dos autores – os nomes dos autores poderão figurar apenas quando esses forem citados, porém não poderão ser identificados como sendo os autores do referido resumo;
  2. b) Título;
  3. c) Sumário;
  4. d) Resumo;
  5. e) Numeração de páginas.

4.8 Após a submissão do resumo, não será admitida a substituição, correção, alteração do conteúdo ou de qualquer natureza.

4.9 Cada autor é responsável por observar as ementas, presentes no Anexo III, com a finalidade de vincular corretamente o seu resumo ao eixo temático equivalente.

  1. DA AVALIAÇÃO

5.1 Todos os resumos submetidos serão avaliados por professores qualificados componentes

da comissão científica avaliadora. 5.2 No Sistema EVEN3 (http://www.even3.com.br), as avaliações são realizadas através do método double blind review, que possibilita a análise inominada dos resumos, garantindo a imparcialidade da avaliação. O método ainda exige o exame do resumo expandido por no mínimo dois avaliadores, o que garante a diminuição da subjetividade e de preferências ideológicas.

5.3 A lista dos resumos aprovados será publicada no site da FACEG (www.evangelicagoianesia.edu.br) até o dia 10 de maio de 2018.

5.4 Os autores, cujos resumos tenham sido aprovados terão acesso ao resultado, também, em sua área, além de receber e-mail com a aprovação do trabalho.

5.5 As notas serão classificadas por critérios atendidos de 0 (zero) a 10 (dez). Os avaliadores analisarão os resumos com base nos itens abaixo:

5.5.1 O título do resumo corresponde ao conteúdo desenvolvido?

5.5.2 O resumo foi encaminhado ao eixo temático correto?

5.5.3 A introdução apresenta o problema, temas centrais, objetivos e justificativa?

5.5.4 O referencial teórico pesquisado está adequado para a resposta ao problema da pesquisa?

5.5.5 As referências são atuais e abarcam a literatura relevante sobre o tema?

5.5.6 A pesquisa realizada possui complexidade e profundidade compatível com o caráter científico de um resumo?

5.5.7 A estrutura e a linguagem do resumo são claras e aptas para o alcance dos objetivos da pesquisa?

5.5.8 A metodologia utilizada mostrou-se adequada para a resposta da problemática enfrentada pela pesquisa?

5.5.9 A conclusão apresenta resposta ao problema da pesquisa?

5.5.10 A conclusão é adequada aos objetivos indicados na introdução?

5.5.11 O resumo possui a forma exigida pelas regras da ABNT?

5.6 Não será concedida interposição de recurso acerca da decisão final da avaliação, em qualquer etapa do evento.

  1. DA APRESENTAÇÃO

6.1 Os resumos somente poderão ser apresentados nos seus respectivos eixos temáticos.

6.1.1 Não serão aceitas apresentações de resumos em outros eixos temáticos, diferentes daquele para o qual foi submetido.

6.2 Para apresentação de resumos no evento, o pagamento da taxa de inscrição é obrigatório.

6.3 Somente os autores poderão apresentar o resumo.

6.4 No caso de submissão de resumo expandido, a apresentação será oral e os autores terão até 10 (dez) minutos para fazê-la.

6.4.1 Os autores serão responsáveis por providenciar os equipamentos eletrônicos necessários à apresentação, caso optem por utilizar tais recursos.

6.4.2 A comissão organizadora do evento disponibilizará, apenas, o equipamento de Datashow (sem o cabo conector “VGA”; “HDMI”; ou similar).

6.5 No caso de submissão de resumo simples, a apresentação será por pôster e os autores deverão expor o trabalho durante todo o período indicado na programação do evento.

6.5.1 As custas para confecção dos pôsteres correrão sob responsabilidade dos autores.

6.5.2 Os pôsteres deverão ser produzidos em observância ao padrão disponibilizado em anexo.

6.6 Em caso de mais de um autor, será suficiente a presença de apenas um deles no momento da apresentação.

6.7 A ordem de apresentação dos resumos nos Eixos Temáticos será definida a critério dos seus respectivos coordenadores.

6.8 Caberá aos autores se organizarem para participarem integralmente do eixo temático, e não apenas durante o momento de sua apresentação.

6.9 Poderá haver debate na sequência das apresentações, ao final de blocos ou término de todas as apresentações, cabendo aos coordenadores dos Eixos Temáticos definirem o formato das discussões.

  1. DAS DECLARAÇÕES, PUBLICAÇÕES E CERTIFICADOS

7.1 As declarações de apresentação dos trabalhos referentes e certificados referentes à XII Jornada Jurídica da FACEG estarão disponíveis no site da FACEG, até 60 dias após o evento.

7.2 Os resumos apresentados serão publicados no Portal de Anais Eletrônicos da UniEvangélica (http://www.anais.unievangelica.edu.br), com ISSN específico do evento, até 90 dias após a apresentação dos trabalhos. 7.3 Os autores, ao submeterem seus resumos ao sistema EVEN3 (http://www.even3.com.br) cedem automaticamente os direitos autorais à FACEG, não consistindo em qualquer remuneração aos mesmos. A Comissão Organizadora do evento poderá publicar os resumos com menção aos respectivos autores e ao evento, no formato digital, nos seus livros de Eixos Temáticos ou em outras publicações a seu critério.

7.4 Somente o autor que apresentou o seu resumo e assinou a lista de presença no seu respectivo Eixo Temático, terá sua declaração de apresentação disponibilizada na sua área de associado.

7.5 A publicação do resumo está condicionada obrigatoriamente à apresentação do mesmo, no respectivo Eixo Temático, por pelo menos um dos autores.

7.6 Terá direito ao certificado de participação no evento, com carga horária de 20 horas, todos os participantes e ouvintes devidamente inscritos, que obtiverem a frequência mínima de 75%.

7.7 Caberá a todos os inscritos registrar diariamente sua frequência nos pontos indicados para tal finalidade, sob pena de não serem certificados.

7.8 Para efeito de contagem percentual de frequência, considera-se todos as noites do evento, de acordo com a programação oficial.

  1. DAS INSCRIÇÕES E PAGAMENTOS

8.1 Para a apresentação dos resumos, o pagamento da taxa de inscrição deverá ser obrigatoriamente na modalidade “participante”.

8.2 Os autores que não forem participar do evento estão dispensados do pagamento desta taxa, todavia não receberão nenhuma certificação; à exceção da publicação do trabalho nos Anais do evento (desde que devidamente apresentado por um dos autores).

8.3 A Comissão Organizadora da XII Jornada Jurídica da FACEG não realizará reembolso de pagamentos efetuados ou transferência para terceiros da importância paga pela inscrição.

8.4 Os ouvintes poderão participar do evento mediante pagamento da taxa de inscrição na sua respectiva modalidade.

8.5 Qualquer pessoa poderá participar do evento na modalidade de ouvinte. Neste caso,

receberão somente o certificado como ouvinte.

8.6 O pagamento das inscrições será feito exclusivamente para a Comissão Organizadora em espaço físico reservado para esse fim.

8.6.1 O valor da taxa de inscrição será de R$ 35,00 até o dia 27 de abril de 2018.

8.6.2 Após a data mencionada no item anterior, o valor da taxa de inscrição será de R$40,00 até o dia de abertura do evento (15 de maio de 2018).

  1. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

9.1 Caso seja identificada antes, durante ou após o evento a não observância das disposições contidas no presente edital, os resumos submetidos serão excluídos, inclusive da publicação. Nesse caso, não haverá a devolução de qualquer valor referente ao pagamento da inscrição no evento. Também não será expedido qualquer tipo de certificado e/ou declaração.

9.2 A Comissão Organizadora não se responsabilizará por eventuais falhas de tecnologia decorrentes de conexões com a internet ou congestionamento de dados ocasionados por número excessivo de acessos simultâneos nos últimos dias válidos para a submissão de resumos.

9.3 A Comissão Organizadora se reserva o direito de dirimir discricionariamente as questões relativas a eventuais divergências de interpretação ou aplicação, erros, redundâncias ou omissões deste Edital.

Goianésia, 28 de março de 2018.

Profa. Dra. Helena Beatriz de Moura Belle Presidente da Comissão Organizadora

XII Jornada Jurídica da FACEG ANEXO I CRONOGRAMA

ANEXO I

CRONOGRAMA

CRONOGRAMA PARA SUBMISSÃO DE RESUMOS PARA A XII JORNADA JURÍDICA DA FACEG

29 de março a 30 de abril: período para submissão de resumos

10 de maio: divulgação dos resumos aprovados

29 de março: início das inscrições ao evento

27 de abril: último dia para pagamento das inscrições com desconto

15 de maio: último dia para pagamento das inscrições sem desconto

10 de maio: prazo final para publicação da programação dos resumos

que serão apresentados

12 de julho: prazo limite para disponibilização das declarações e

certificados da apresentação dos trabalhos

ANEXO II

EIXOS TEMÁTICOS

  1. A Crise Constitucional: Política, Cultura e Empoderamento 2. A Crise nos Direitos Humanos: Inclusão, Educação e Políticas de Acessibilidade 3. A Crise do Sistema Capitalista: Gestão, Economia e Empreendedorismo 4. A Crise da Criatividade: Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade 5. A Crise Socioambiental: Direitos constitucionais à Saúde e ao Meio Ambiente 6. A Crise da Alteridade: Políticas de gênero, de relações étnico-raciais e violência epistemológica

ANEXO III

EMENTAS DOS EIXOS TEMÁTICOS

  1. A Crise Constitucional: Política, Cultura e Empoderamento

Contemplam os aspectos constitucionais a respeito das epistemologias de gênero a produção de significados e práticas assimétricas de gênero na modernidade e pós-modernidade. Analisar as transformações e conflitos socioculturais e políticos, perante aspectos relevantes da sociedade brasileira contemporânea, de suas instituições e de sua cultura, nesse contexto de crise política.

  1. A Crise nos Direitos Humanos: Inclusão, Educação e Políticas de Acessibilidade Problematizar o recrudescimento dos discursos políticos nos últimos anos que fortalece o questionamento em relação a garantias que foram construídas após as experiências negativas das duas grandes guerras mundiais. Levando-se em consideração a perda do encantamento do mundo weberiana, pressupõe-se que as ideias de liberdade quando não trabalhadas no aspecto claro da democracia tendem a provocar crises em eixos básicos de sustentação do que se entende por Estado e Nação. Assim, é necessário questionar determinada criminalização em relação aos Direitos Humanos em contraposição a discursos autoritários e fomentadores de violência. No que tange à inclusão – visto que determinados benefícios têm sido interpretados como “privilégios” – a educação cujo acesso não tem se democratizado na perspectiva necessária contribui para o aumento do fosso social assim, como as políticas de acessibilidade que tem a pretensão de dar acesso e de enxergar os espaços públicos como destinados à ocupação de todo e qualquer indivíduo.
  2. A Crise do Sistema Capitalista: Gestão, Economia e Empreendedorismo

Busca provocar à reflexão sobre o sistema capitalista e suas crises cíclicas. A sobrevivência das organizações frente aos atuais desafios da gestão. A governança tributária, a gestão das pessoas, dos processos, produtos/serviços e na perspectiva da continuidade das entidades de modo a oportunizar o equilíbrio econômico e ambiental e a inclusão social. O novo desafio relacionado ao empreendedorismo – em seus diversos aspectos.

  1. A Crise da Criatividade: Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade

A ampliação da noção de sustentabilidade para outros segmentos, além da questão ambiental sendo associada ao tripé: meio ambiente, transformação econômica e impactos sociais. Os processos de exclusão e inclusão dos sujeitos em diversos âmbitos. A educação como elemento de transformação, inclusão por meio da compreensão dos limites naturais da terra em contraste com o sistema produção e consumo crescente, assumindo o papel de protagonista da cidadania planetária. O direito socioambiental e o desenvolvimento e democracia capaz não apenas de promover a sustentabilidade ambiental, mas também a

sustentabilidade social, cultural, ecológica e ambiental, contribuindo para a redução da pobreza e das desigualdades ao promover valores como equidade e justiça social.

  1. A Crise Socioambiental: Direitos constitucionais à Saúde e ao Meio Ambiente

A percepção do processo de crescente nível de degradação do ambiente e dos riscos ecológicos locais, regionais e globais que afetam a saúde e a qualidade de vida do ser humano e do planeta. O processo de escassez de recursos naturais básicos para a produção e o consumo, especialmente das minorias e comunidades tradicionais. A necessidade da crítica ao pensamento liberal que se pauta na ideia de abundância e infinitude dos bens e das riquezas naturais. A imprescindibilidade da pressão social para o controle da ocorrência de riscos e desastres ambientais. A previsão constitucional garantidora do meio ambiente sustentável para as presentes e futuras gerações. O desenvolvimento do direito socioambiental democrático com a capacidade de promover a sustentabilidade ambiental, ecológica, social, cultural e econômica, contribuindo para o acesso universal dos bens naturais e efetivando a equidade e a justiça social.

  1. A Crise da Alteridade: Políticas de gênero, de relações étnico-raciais e violência epistemológica

Contempla investigações acerca das expressões de gênero na sua diversidade, bem como expressões étnico raciais, a partir de uma perspectiva de empoderamento e combate à invisibilização de determinados grupos, através do fortalecimento dos direitos das minorias pautados pela noção de alteridade. Dedica-se à análise da dinâmica das relações sociais, nos aspectos teórico-metodológicos para uma reflexão sobre a diferenciação e articulação dos marcadores sociais de gênero/sexo, sexualidade/orientação sexual, raça/etnia, e classe nas sociedades capitalistas, com ênfase na análise da sociedade brasileira.

(***Não se aceita, neste momento da submissão, o título do trabalho, tampouco o nome dos autores***)

1 INTRODUÇÃO

Na introdução, deve-se apresentar a delimitação temática, ou seja, o recorte feito pelos pesquisadores em relação ao assunto discutido.

Ademais, deve-se apresentar a justificativa do trabalho. Tal justificativa está relacionada às relevâncias do mesmo, quais sejam: relevância social; relevância científica; relevância jurídica. Deve-se abordar sobre “o porquê” da realização da pesquisa, procurando identificar as razões da preferência pelo tema escolhido e sua importância. Nesse sentido, é adequado avaliar se o tema é relevante, além de apresentar as vantagens e os benefícios que a pesquisa proporciona para o conhecimento e para a sociedade.

A introdução deverá conter, ainda, o problema científico que norteou o desenvolvimento do trabalho. Registra-se que tal problema não se configura, necessariamente, em uma dificuldade ou obstáculo. O problema científico é a situação-problema, por vezes apresentada em forma de pergunta, que deverá ser respondida ao longo do texto.

Neste momento, deve-se apresentar os objetivos da pesquisa, evidenciando o que se pretendeu alcançar com a mesma. Os objetivos deverão ser claros, sucintos e diretos, além de estarem coerentes com o problema e a metodologia do estudo.

***Todos os itens apontados acima são obrigatórios neste tópico****

2 REFERENCIAL TEÓRICO

Neste momento, deve-se apresentar os principais conceitos referentes ao trabalho, de forma resumida e sem a realização de citações diretas longas, somente citação direta curta (com o uso de “aspas” para indicar o texto dos autores citados) e/ou citação indireta.

2.1 Seções

As seções devem ser numeradas sequencialmente a partir da Introdução, com tamanho 12pt, Maiúsculas e Minúscula, formatação em negrito.

O texto desta seção deve ser em Times New Roman com tamanho 12 pt, alinhamento justificado.

3 METODOLOGIA

O espaço da metodologia é o adequado para se evidenciar a validade da pesquisa científica.

Deve-se evidenciar os aspectos teórico-metodológicos, como o método científico adotado, o tipo de pesquisa, etc.

Ademais, deve-se informar os procedimentos metodológicos que possibilitaram o desenvolvimento da pesquisa, como universo, amostra, instrumentos, técnicas de coleta de dados e procedimentos, além dos métodos de análise de dados, etc.

Este é o espaço para informar como a pesquisa fora realizada, ou seja, é uma descrição técnica de como foi desenvolvido o trabalho.

Nesse sentido, os autores devem detalhadar, de forma lógica e linear, todas as etapas da pesquisa.

4 RESULTADOS E DISCUSSÃO

Os resultados devem ser apresentados de modo objetivo e claro, numa sequência lógica e sempre dialogando com os teóricos utilizados no referencial teórico, de maneira a validar ou não as hipóteses de trabalho.

5 CONCLUSÕES

As conclusões devem ser breves e responder às questões correspondentes aos objetivos.

Nesse sentido, os pontos negativos são tão importantes quanto os positivos e não devem ser tomados como "falha", ou incapacidade de atingir o objetivo.

Caso seja necessário, podem ser apresentadas as recomendações e as sugestões para trabalhos futuros.

PALAVRAS-CHAVE: deverá conter, no mínimo, 3 e, no máximo, 5 palavras-chave que representem a ideia central do trabalho.

REFERÊNCIAS

Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual.

Devem ser apresentados em ordem alfabética pelo sobrenome do autor, em espaço simples, alinhadas apenas à esquerda, separadas por uma linha de espaço 1,0cm, seguindo as normas da ABNT NBR 6023/2002.

OBSERVAÇÕES DE FORMATAÇÃO:

O texto da modalidade do resumo expandido deverá apresentar resultados parciais ou finais de pesquisas científicas que versem sobre temas que condizem com uma das áreas temáticas do evento. Nesta modalidade, cabem trabalhos de natureza teórica e empírica que busquem articulação com o tema central do evento.

Deve ter, no mínimo, 1000 palavras e, no máximo, 1500 palavras, podendo conter figuras e tabelas. O texto deve ser digitado com a fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5.

* Formato PDF.

* Devem ser obedecidas as seguintes margens, partindo-se de folha de tamanho A4: superior 3,0 cm; inferior 2,0 cm; lateral esquerda 3,0 cm e lateral direita 2,0 cm.

* Fonte: Times New Roman, tamanho 12.

* Parágrafo: a primeira linha de cada parágrafo deve ser recuada em 1,5 cm.

* Alinhamento justificado.

* Espaçamento: entre linhas 1,5 cm, deixando um espaço após o término de cada seção.

* A citação deverá vir acompanhada das devidas referências (sistema de chamada de citação deverá ser autor-data).

* Notas de rodapé1 somente explicativas: para incluir notas de rodapé, em caso de serem indispensáveis, utilize a ferramenta do Word.

* Figuras, gráficos, quadros e tabelas devem estar dentro do corpo do texto e possuir legenda centralizada (tamanho 10).

* As tabelas devem apresentar uniformidade gráfica: tipos de letras e números, uso de maiúscula e minúscula. Além disso, preferencialmente, as tabelas devem ser apresentadas em uma única página.

 

Edição Atual dos Anais *

2018.1 

 

 

 

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.