A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM FRENTE A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Lívia M Souza FACEG
  • Mylena Seabra Toschi

Palavras-chave:

violência contra a mulher, violência de gênero, assistência de enfermagem.

Resumo

Introdução: A violência contra as mulheres trata-se de uma das principais formas de violação dos direitos humanos, desencadeando ainda mais problemas de saúde, apesar da assistência ampliada e integralizada a enfermagem ainda encontra diversos entraves nos atendimentos. Objetivo: Descrever as dificuldades encontradas pelas equipes de enfermagem no cuidado e no amparo das mulheres vítimas de violência. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa, realizada por meio das bases de dados BDENF, LILACS e SCIELO, entre os meses de agosto e setembro de 2022. Levando em consideração os artigos publicados na íntegra e em língua portuguesa, entre 2017 a 2022, sendo utilizado os descritores: “violência contra a mulher”, “violência de gênero” e “assistência de enfermagem” para seleção dos mesmos. Resultados: Foram totalizados 15 artigos que permitiram reflexionar acerca das principais dificuldades encontrados no atendimento das mulheres vítimas de violência, resultando na deficiência de um cuidado qualificado para as mesmas. Conclusão: Compreende-se que a atuação da enfermagem é imprescindível em todo âmbito hospitalar, por sua vez a necessidade de um cuidado qualificado para as mulheres em situação de violência se faz muito importante. Portanto, as lacunas presentes no acolhimento dessas mulheres, bem como no cuidado prestado evidenciam a necessidade de um suporte qualificado, efetivo e humanizado. 

Publicado

2022-10-18