A ASSISTÊNCIA DA ENFERMAGEM NO ATENDIMENTO À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

Autores

  • Gabrielle Oliveira Faculdade evangélica de Goianésia
  • Mylena Seabra Toschi

Palavras-chave:

violência contra a mulher, violência doméstica, cuidados de enfermagem

Resumo

Introdução: A Violência contra a mulher é considerado um problema enfrentado pelo o mundo todo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a violência contra a mulher é caracterizada como quaisquer atos de violência de gênero que possam decorrer em agravos físicos, mentais ou sexuais as mulheres, além de ameaças de tais atos, coibição ou privação de liberdade, seja em ambiente público ou privado.

Objetivo: Analisar a assistência dos profissionais de enfermagem nas intervenções de violência doméstica às mulheres.

Métodos: Trata-se de um estudo de revisão integrativa, de cunho qualitativo de base revisão da literatura, realizada através das bases de dados LILACS, BDENF, e SCIELO entre os meses agosto e setembro de 2022.  Considerando artigos publicados na íntegra e no período de 2017 a 2022, demonstrado a importância da assistência de enfermagem frente a mulheres vítimas de violência doméstica, tendo como descritores: “violência doméstica”, “violência contra a mulher” e “cuidados de enfermagem”.

Resultados: Foram selecionados 8 artigos que abordaram a assistência de enfermagem às mulheres violentadas, resultando no cuidado dos enfermeiros em consonância com a equipe multidisciplinar, mantendo o controle e gerenciamento das ações, evidenciando o acolhimento às vítimas de violência doméstica.

Conclusão: Compreende que há violência contra mulher em seus diferentes tipos e que o enfermeiro tem como papel fundamental a escuta qualificada, empatia e o vínculo no acolhimento, possibilitando uma aproximação entre o profissional de saúde e a mulher que se encontra em violência doméstica.

Publicado

2022-10-18