A Relação entre a Estomatite Aftosa e o Estresse

Autores

  • Helloara De Souza Ribeiro Faculdade evangélica de Goianésia
  • Lucas Vieira Faculdade Evangélica Goianésia
  • Jhennifer Carvalho
  • ketley Rodrigues
  • Maisa

Palavras-chave:

Estomatite Aftosa , Estresse

Resumo

O estresse é uma resposta do organismo a situações de desgaste emocional.  O nosso corpo reage como uma "espécie " de fuga ou luta contra o estresse emocional, e é dividido em três estágios, o de alarme, adaptação e o terceiro o de exaustão que está relacionado a disfunção das defesas imunológicas e doenças relacionadas à condição estressante.  Dentre as doenças relacionadas ao estresse, podemos citar a estomatite aftosa recorrente (EAR). O estresse vem sendo apontado como uma possível causa do aparecimento da EAR. A estomatite aftosa recorrente é uma doença da cavidade oral caracterizada pelo aparecimento de diversas lesões ulcerativas na mucosa oral. A causa ainda permanece indefinida, vários autores correlacionam com fatores externos dentre eles o estresse. As lesões elas podem ser únicas ou múltiplas, costumam ter reação dolorosa, e dificulta a alimentação do paciente. O diagnóstico consiste em uma boa anamnese e exame clínico da cavidade oral. A EAR é uma afecção que atinge boa parte da população. O tratamento da EAR é variado, já que não existe uma etiologia específica, consiste no alívio dos sintomas da doença, variando, como, anti-inflamatórios, analgésicos, até à aplicação do laser de baixa potência.

Palavras-chave: estomatite aftosa recorrente, estresse e tratamento.

 

Publicado

2022-10-18