ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM GESTANTES SOROPOSITIVAS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

Autores

  • Thalita Cássia FACEG
  • Lilhian Alves

Palavras-chave:

gestantes, soropositividade para HIV, cuidados de enfermagem

Resumo

Introdução: O Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) ataca o sistema imunológico infectando os linfócitos TCD4+. Possui como um dos meios de contaminação a transmissão vertical, oriunda da transmissibilidade mãe/filho, a qual pode ocorrer no útero, no momento do parto e/ou na amamentação.

Objetivo: Verificar a importância do enfermeiro na assistência prestada a gestantes soropositivas.

Métodos: Revisão integrativa de literatura, utilizando as bases LILACS, BDENF, MEDLINE e SCIELO entre agosto e setembro de 2022. Considerando artigos publicados no período de 2012 á 2022, evidenciando a importância do enfermeiro na assistência a gestante soropositiva, tendo como descritores: “gestantes”, “soropositividade para HIV”, “cuidados de enfermagem”.

Resultados: Foram selecionados 7 artigos que responderam à pergunta norteadora, originando duas categorias. A consulta de enfermagem; como ferramenta para a elaboração de ações e planejamento em saúde, a qual permite monitorar e prevenir afecções mãe/filho; e o vínculo entre o profissional enfermeiro e a gestante, o qual envolve a afetividade, acolhimento e cuidado humanizado, sendo um facilitador da eficácia das ações em saúde. Conclusão: percebeu-se que a infecção pelo HIV vem crescendo nos últimos anos e que o enfermeiro tem papel fundamental na prevenção contra a transmissão vertical. Os estudos mostram que além da consulta de enfermagem, o profissional enfermeiro estabelece vínculo com a progenitora, onde promove a educação em saúde e o aconselhamento como parte das ações planejadas e executadas.

 

Palavras-chave: gestantes; soropositividade para HIV; cuidados de enfermagem

Publicado

2022-10-18