ADESÃO DO PACIENTE PSIQUIÁTRICO E PERCEPÇÃO SOBRE O TRATAMENTO EM CAPS II

  • Karine Gusmão Rodrigues Faculdade Evangélica de Goianésia
  • Lais Cardoso do Nascimento
Palavras-chave: Serviços de saúde mental; saúde mental; Transtornos mentais.

Resumo

Introdução: A adesão ao tratamento é a aceitação da doença, o conhecimento sobre ela, e o acionamento de mecanismos biopsicossociais para lidar com o processo que a doença traz consigo (JORDÃO; PERGENTINO, 2018). É imprescindível incentivar o paciente a ser ativo no tratamento, enfatizando seu pertencimento ao grupo familiar e social. E é necessário ao enfermeiro que atua na saúde mental estar qualificado, capacitado e consciente do quão complexo é o processo de assistir e intervir em pacientes que estão inseridos nos Caps, pois o cuidado envolve manejo da subjetividade e individualidade do indivíduo (MATOS et al., 2017).

Objetivos: Identificar se há adesão do paciente psiquiátrico ao tratamento em CAPS II, bem como as influências para aderência e as percepções de mudança de vida após o início do tratamento. Metodologia: Estudo exploratório e descritivo, com abordagem quanti-qualitativa, que será realizado em um Centro de Atenção Psicossocial II em munícipio do interior do Goiás, com amostra de 230 pacientes. Para coleta de dados será aplicado ao paciente um questionário e uma Escala de Mudança Percebida, ambos com questões abertas e fechadas,  também será coletado informações sobre a adesão do paciente ao tratamento através de fichas que a instituição possui, norteado por um instrumento que aborda sobre a adesão do paciente de forma geral e de forma específica às atividades ofertadas no Caps. Os resultados obtidos serão exibidos através da transcrição de trechos importantes das entrevistas e de tabelas e gráficos. Serão explicados os objetivos da pesquisa aos participantes, e assegurado o anonimato e o direito de manifestar desistência em participar da pesquisa em qualquer momento.

Resultados esperados: Espera-se identificar os fatores que interferem na adesão do paciente ao tratamento, contribuindo para a criação de um plano de ação e estratégias de intervenção que possa diminuir a evasão dos pacientes e aumentar a aderência ao tratamento. E após obtidos os resultados das estratégias de intervenção e do plano de ação, contribuirá a sociedade e a comunidade científica, através da publicação do artigo científico.

Publicado
2019-11-04