Da Literatura ao Direito

  • RAFAEL PEREIRA LEMES Faculdade Evangélica de Goianésia
  • Daniel Gomes de Almeida
Palavras-chave: Literatura, Direito

Resumo

 

O presente trabalho tem como principal objetivo ressaltar a importância da literatura no estudo do direito. O método utilizado para elaboração do trabalho é o bibliográfico, pelo modo dedutivo. O processo de aquisição de cultura, de expansão do imaginário é relevante em todos os aspectos da vida. No âmbito acadêmico, assume um papel fundamental e indispensável, diretamente ligado à qualidade da formação. A literatura ficcional surge como o meio mais completo de ingressar nessa busca do saber, pela capacidade de sintetizar varias áreas do conhecimento humano. Aspectos psicológicos, sociais, culturais, históricos, geográficos, antropológicos, filosóficos, etc. tudo pode estar inserido numa obra literária.

O estudo do Direito está necessariamente atrelado ao estudo literário, não apenas no sentido técnico e acadêmico, vai além. Faz parte da formação intelectual e pessoal do operador do Direito, e por possuir concepções emanadas da filosofia, religião, sociologia e principalmente psicologia, a literatura pode ajudar a definir a vocação, o caminho que o acadêmico irá seguir em sua vida jurídica após egresso, e também em sua vida privada.

Bons romances são aqueles que apreendem todos os aspectos da realidade, comportamento, linguagem, relações interpessoais, moral, etc. e os colocam numa trama ficcional. É a imaginação a partir da realidade. São situações, fatos, enredos e desfechos possíveis à realidade. Ter acesso, bem como compreender esse riquíssimo arcabouço de possibilidades humanas que a literatura nos oferece pode se tornar uma poderosíssima ferramenta na compreensão do direito, pois possibilita a percepção das maiores sutilezas humanas possíveis e as ações e reações de atos praticados. E ainda, a variedade de experiências que só são vividas através da ficção dá ao individuo um leque de possibilidades diante de situações cotidianas.

Ler literatura ficcional, no fim das contas, é compreender as sutilezas e aspectos que moldam e estruturam a realidade em todos os sentidos e situações. E ter essa percepção da realidade, bem como melhor compreender a dinâmica que rege a sociedade é fundamental na vida jurídica, pois ela está estabelecida em meio ao mar das relações humanas.

Discussão:

Após todo o exposto, faz-se evidente a importância da literatura ficcional na vida intelectual e acadêmica,  no que se refere ao estudo do Direito.

Referencias:

 

ONDE O DIREITO E A LITERATURA SE ENCONTRAM. GAZETA DO POVO. Disponível em: <https://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/justica-direito/onde-o-direito-e-a-literatura-se-encontram-b2yn714yocf2hz62cladr6p1q/>. Acesso em: 02 nov. 2019.

Publicado
2019-11-04