Analise de correspondência canônica de gêneros de fungos micorrízicos arbuscular associados encontrados em rizosfera de bambusa vulgaris vittata.

  • Tarcisio Queiros Campos FACEG FACULDADE UNEVANGELICA DE GOIANESIA
  • Henrique Padovani Borges Lopes
  • Ana Paula Maciel Braga
  • Leticia Santos Lopes
  • Wagner Gonçalves Vieira Junior
Palavras-chave: fmas, fungos, bambu, micorrizas

Resumo

Os bambus são plantas da família das poaceas e são amplamente encontradas em todo mundo possuindo um grande valor econômico servindo de matéria prima para a fabricação de moveis, instrumentos e demais. Os fungos micorrízicos conseguem colonizar as raízes da planta estabelecendo uma relação mutua, onde os fungos absorvem agua é nutrientes em troca de açucares que são fornecidos pela planta.O objetivo deste trabalho é verificar os gêneros encontrados e suas relações ecológicas com a espécie de bambu, Bambusa vulgaris vittata um sob vegetação de Cerrado. Foram coletadas amostras de raízes e solo rizosférico de Bambusa vulgaris vittata, para amostragem, foram escolhidos 12 pontos nas microrregiões de Gurupi – TO e Porangatu – GO. Os esporos de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) foram extraídos de 50 cm³ de solo risosférico pela técnica de peneiramento úmido (Gerdemann e Nicolson, 1963) seguida por centrifugação em água e solução de sacarose 50 %. Os esporos foram separados de acordo com suas características fenotípicas como cor, tamanho e forma, compondo os diferentes morfotipos, sob lupa binocular estereoscópica.Para a identificação dos gêneros de FMAs a partir das características morfológicas, os esporos foram separados de acordo com seus morfotipos e montados em lâminas com polivinil-lacto-glicerol (PVLG) puro e PVLG misturados com Melzer (1:1 v/v). Para subsidiar o trabalho de identificação, foi utilizado artigos originais da descrição das espécies e descrições das espécies fornecidas no site da “International Culture Collection of Arbuscular and Vesicular-Arbuscular Mycorrhizal Fungi” (INVAM, 2018). Os dados foram submetidos à análise de variância, e as análises estatísticas foram realizadas pelo software Past (Hammer, 2018). A análise de correspondência canônica de gêneros associados ao bambu amarelo mostra alta correlação com os gêneros Acaulospora, diversispora e Glomus. Os gêneros Gigaspora, Sclerocystis, Clareidoglomus e Scutellospora são encontrados casualmente associados ao bambu amarelo (Bambusa vulgaris vittata).

Publicado
2018-10-24