Reação de genótipos de arroz de terras altas ao nematoide das lesões radiculares.

  • Denise Rodrigues Conceição Faculdade Evangélica de Goianésia
  • Niusmar dos santos Noronha Junior
  • Anderli Divina Ferreira Rios
  • Carolina Aparecida Straioto Cordeiro
Palavras-chave: Oryza sativa L., Pratylenchus brachyurus, produtividade

Resumo

O arroz é uma cultura de grande importância para vários países, e tendo isso em vista tem-se a necessidade de controlar de forma eficiente as doenças que atacam a cultura. Um dos patógenos que vem se destacando é o nematoide Pratylenchus brachyurus conhecido como nematoide das lesões radiculares e pode causar grandes prejuízos nas lavouras quando se encontra em grandes infestações.  Como os trabalhos de hospedabilidade desse nematoide no arroz é restrito objetivou-se com esse trabalho avaliar a reação de genótipos de arroz de terras altas em condições controladas ao nematoide das lesões radiculares. O experimento foi conduzido no Campus experimental da Faculdade Evangélica de Goianésia em Goianésia, GO. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com cinco repetições, em esquema fatorial 2x3 sendo solo naturalmente infestado x solo esterilizado e três genótipos de arroz (BRS Sertaneja, BRS Serra Dourada e BRS Esmeralda) totalizando seis tratamentos. As análises de densidade populacional e caracteres agronômicos foram feitas 30, 75 e 120 dias após a inoculação, os dados foram anotados e submetidos a análise de variância, e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knot a 5% de probabilidade com o auxílio do programa ASSISTAT. A cultivar BRS Sertaneja como em outros trabalhos já realizados teve alta infestação, a BRS Serra Dourada também apresentou alta infestação e a BRS Esmeralda apesar de ter menor quantidade de nematoides por 10 gramas de raiz teve os menores valores para caracteres agronômicos e pode-se concluir que todas as cultivares hospedaram o nematoides mas a infestação não interferiu na produção de grãos.

Publicado
2018-10-24