INFLUÊNCIA DA TEXTURA E UMIDADE DO SOLO NA REPRODUÇÃO DE PRATYLENCHUS BRACHYURUS NA CULTURA DA SOJA

:

  • Eliel Matheus Sousa FACEG
  • Anderli Divina Ferreira Rios
Palavras-chave: Nematoide das lesões radiculares, solos, Glycine max l

Resumo

A soja (Glycine max L.) é uma oleaginosa de grande importância no mundo e no Brasil. Diversas pragas e doenças atacam a cultura e as perdas anuais de produção por doenças podem chegar a 20%. Dentre as doenças de importância, destaca-se os nematoides. No Brasil os nematoides que tem sido mais prejudiciais para a cultura da soja são: Pratylenchus brachyurus, Meloidogyne spp, Heterodera glycines, e o Rotylenculus reniformis. Danos causado por Pratylenchus brachyurus conhecido como nematoide das lesões radiculares na cultura da soja vem aumentando sua importância.

O objetivo desse trabalho foi estudar a influência da textura e umidade do substrato sob condições controladas de casa de vegetação, na reprodução de P.brachyurus em plantas de soja. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com 5 tratamentos, e 6 repetições para ambos os experimentos. No experimento I, foram cinco texturas de substrato diferentes – (65% de areia; 70%, de areia; 75% de areia; 80% de areia e 85% de areia), no Experimento II foram cinco níveis de agua (60 ml; 100 ml; 140 ml; 180 ml; 220 ml de água por vaso ao dia) Aos 15 dias após o plantio foi realizado a inoculação de 300 espécimes de P. brachyurus por parcela (vaso). A avaliação foi realizado aos 52 dias após a inoculação (DAI) do nematoide, onde foram descartadas a parte aérea e realizado o processamento das raízes segundo Coolen & D’Herde (1972). Foram avaliados a densidade populacional (nematoides/50 gramas de raízes), Fator de reprodução (FR) e o peso das raízes.

Os dados referentes a textura do substrato mostrou que o substrato com teor de 65% de areia foi a que propiciou o maior FR e textura do substrato acima de 65% de areia não propiciou o desenvolvimento do nematoide, diminuindo o FR. Os diferentes níveis de agua empregada no experimento II mostrou que a lamina de 140 ml por dia foi a que propiciou o maior desenvolvimento do nematoide com a obtenção de FR, densidade populacional maior. A umidade do substrato favoreceu o desenvolvimento do nematoide aumentando o FR com até 140 ml de agua por dia em cada vaso, enquanto que, laminas de agua maiores provocou a redução do FR do nematoide. O peso das raízes diminuiu quando aumentou os teores de areia e aumentou até a lâmina de 180 ml de agua, diminuindo quando aumentou a quantidade de agua acima deste nível

Publicado
2018-10-23