PROCESSOS BIOLÓGICOS DO CARCINOMA MAMÁRIO E OS AVANÇOS NOS MÉTODOS DE DIAGNÓSTICO NA CONTRIBUIÇÃO TERAPÊUTICA

  • Viviane Mendes Duarte
  • Thais Resende Abadia
  • Renata Streck Fernandes
Palavras-chave: Câncer de mama; Prognóstico; Exame Molecular

Resumo

O câncer é resultado de eventos estruturais e químicos que levam as células normais sofrerem transformações que as conduzem a malignidade. A multiplicação de clones mutantes e a capacidade de inibição da apoptose são fatores determinantes que geram erros cumulativos, podendo estas células, invadir outros tecidos e estabelecer metástases. Observando a complexidade dos fatores que predispõe um paciente desenvolver o câncer este trabalho visa dissertar sobre os principais genes e hormônios envolvidos no carcinoma mamário, relatar sobre os meios de diagnóstico padronizados e meios de prognósticos moleculares; analisar se os novos métodos de diagnóstico contribuem para o tratamento personalizado do paciente com câncer de mama e investigar se houve diminuição da reincidência de câncer. Esta revisão de literatura foi realizada por meio de pesquisa de artigos científicos em bases de dados eletrônicas. Os trabalhos consultados mostraram que o diagnóstico precoce colabora diretamente no tratamento dos pacientes com câncer de mama. A utilização de métodos de imagem é imprescindível na rotina clínica.  A classificação molecular do câncer de mama é uma maneira de instruir o médico assistente sobre qual o melhor tratamento a ser empregado. Com os avanços genéticos foi possível desenvolver testes de diagnóstico que tem possibilitado avaliar o risco de recorrência de câncer em mulheres que tiveram a doença. O oncotypedx e mammaPrint são exemplos destes meios de prognóstico. O diagnóstico precoce proporciona ao portador da doença a possibilidade de escolha de um tratamento mais eficaz. Os progressos na área de genética também contribuem no acompanhamento personalizado dos pacientes. Observa-se, no entanto, a necessidade de tornar os testes genéticos mais acessíveis à população para que as condutas clinicas sejam mais adequadas.

Publicado
2018-10-24